Este é um post que começa com uma reflexão. 

Por que você viaja? Quer dizer, o que você busca ao arrumar as malas e sair de casa para se aventurar pelos cantos do Brasil?

Não estranhe as perguntas ainda. Eu explico: sabemos que cada viajante é movido por uma motivação diferente. Alguns gostam do contato com a natureza, outros adoram os roteiros históricos, muitos gostam de mergulhar nas cenas culturais dos destinos escolhidos…

Mas se você, além de curtir tudo isso que mencionei, vê as viagens como forma de se conectar consigo, com as energias ao seu redor, com sua intuição e com a espiritualidade, pode ser que você curta um bom roteiro de turismo esotérico (ou místico).  

Se identificou? Ótimo! Porque nós fizemos uma seleção de destinos perfeitos para quem quer aproveitar o melhor do turismo esotérico em terras brasileiras. Acredite: nosso país é verdadeiramente mágico em muitos sentidos.

Vem comigo que neste artigo você vai ver: 

O que é turismo esotérico?

Há diferença entre turismo místico e esotérico?

Quais os fatores para uma cidade virar ponto turístico esotérico?

Lugares para turismo esotérico Brasil

Canoa Quebrada (CE)

Chapada Diamantina (BA)

Serra do Roncador (MT)

São Thomé das Letras (MG)

Caverna do Diabo (SP)

O que é turismo esotérico?

Muito procurado por aqueles que se interessam por misticismo e pelos que simplesmente têm curiosidade, o turismo esotérico inclui passeios que têm como objetivo ajudar na busca pelo autoconhecimento por meio, principalmente, da espiritualidade.

Frequentemente, esse tipo de roteiro envolve também uma imersão na natureza e um contato próximo com as tradições, lendas e crenças do local que você vai visitar. Estamos falando de viagens que deixam olhar com mais calma e profundidade para os mistérios do universo (incluindo o seu universo interior). E, é claro, se transformar profundamente a partir dessa experiência. 

Tudo isso pode acontecer por meio de rituais e de saberes mágicos ou ancestrais, mas também pode ser simplesmente pela sua presença em determinados ambientes considerados místicos. Até porque, a gente sabe bem que o Brasil tem ancestralidades tão ricas, que deixar de aproveitar isso é um desperdício!

Diferenças entre turismo esotérico, místico e religioso

Como você já deve ter sacado, as expressões “turismo esotérico” e “turismo místico” se referem à mesma coisa. Os dois dizem respeito a esses roteiros que descrevi no tópico ali de cima. 

É verdade que o turismo místico (ou esotérico, como preferir) é “primo” do turismo religioso, mas aí, sim, existem algumas diferenças conceituais. É que o turismo religioso, ao contrário do esotérico, costuma estar atrelado a uma religião específica, como o cristianismo, por exemplo. Além disso, ele é geralmente procurado por adeptos da religião em questão, que buscam exercer e expressar sua fé ou comemorar datas importantes para a doutrina que seguem.

Se quiser, você pode dar uma olhada nesse conteúdo sobre cidades religiosas do Brasil para aprender mais sobre turismo religioso.

Quais fatores fazem uma cidade virar ponto turístico esotérico?

São várias as razões que fazem de um local um bom destino. 

Pode ser, por exemplo, porque ele conserva tradições e rituais como a consagração do Santo Daime, que ocorre em Céu do Mapiá, no Amazonas. Ou porque a natureza do lugar emite energias diferenciadas, às vezes com supostas propriedades medicinais, geralmente ligadas à presença de minérios específicos na região, a exemplo dos cristais da Chapada Diamantina. 

Também pode ser porque o destino tem muitas lendas e histórias que indicam grande ocorrência de casos considerados sobrenaturais: pessoas com mediunidade, avistamento de criaturas mágicas e até mesmo aparições alienígenas.

Legal, não é? Até quem não tem muita fé nesse aspecto místico, mas gosta de expandir os próprios horizontes vai curtir a nossa seleção de destinos esotéricos.

Lugares para turismo esotérico no Brasil

Agora que você já sabe o que esperar do turismo esotérico, vamos te guiar por alguns dos destinos brasileiros mais procurados por suas propriedades místicas. 

Distribuídos em diversas regiões do país, os lugares sobre os quais você lerá são, sem sombra de dúvidas, capazes de proporcionar experiências transformadoras para quem estiver disposto a aproveitar o momento e o passeio.

Canoa Quebrada (CE)

Turismo esotérico em Canoa Quebrada, CE
Você com certeza conhece a fama das belas praias cearenses. Mas sabia que, além de muito bonitas, algumas delas são conhecidas por suas propriedades místicas? É o caso de Canoa Quebrada

Imagine os pés na areia, o calor do sol na pele e o som das ondas quebrando. 

Esse é o cenário que proporciona paz interior aos viajantes mais praieiros. A praia cearense de Canoa Quebrada ficou conhecida por ter um potencial especialmente poderoso de regenerar as energias de quem a visita.

A praia de beleza paradisíaca sempre foi muito procurada por hippies que iam atrás dessa sensação única de conexão com o mar. Lá, além de se banhar nas águas e se encantar com as grandes falésias coloridas, você provavelmente terá a oportunidade de participar dos vários luaus e festas à beira-mar que ocorrem na orla.

Canoa Quebrada fica no município de Aracati, que recebeu o apelido carinhoso de “Terra dos Bons Ventos” e conta não só com praias inesquecíveis mas também com atrações para quem gosta de passeios históricos e culturais, como as várias construções da época colonial. 

Aracati fica a menos de 150 quilômetros da capital cearense, Fortaleza, e o trajeto é bem tranquilo de se fazer de ônibus.

Para começar a se planejar, dê uma olhada nessas passagens de ônibus para Aracati



Chapada Diamantina (BA)

Turismo místico na Chapada Diamantina
Além de uma culinária fantástica, a Bahia ostenta uma diversidade cultural fervilhante que atrai muitos turistas para a capital, Salvador. Mas o estado também tem destinos conhecidos pelas riquezas naturais e pela atmosfera mágica, como a região da Chapada Diamantina.

Localizada no coração da Bahia, a região da Chapada Diamantina é uma das principais áreas de preservação ambiental do país. Estamos falando de um paraíso natural de aproximadamente 38 mil quilômetros quadrados, repleto de cachoeiras, cânions, vales e nascentes de rios, adorado pelos amantes da natureza e internacionalmente reconhecido por sua beleza única.

A natureza da Chapada Diamantina não é só bela, mas também mágica: dizem as lendas que os minérios do local emitem energias curativas e transformadoras. Na época da economia mineradora, havia até o boato de que os diamantes da chapada seriam “vivos”, capazes de escolher os garimpeiros a quem chegariam e até mesmo de atraí-los.

Alguns pontos são indispensáveis para o seu roteiro, como o lendário Morro do Pai Inácio. No topo dele, você terá uma vista inesquecível da imensidão da Chapada. As opções de cachoeiras e piscinas naturais são intermináveis, mas eu recomendo que você não deixe de visitar a Cachoeira da Fumaça e a Cachoeira do Buracão. A energia das águas é tão transformadora que elas têm até supostas propriedades medicinais.

Na região do Vale do Capão, você terá a oportunidade de conhecer a linda Lagoa Encantada, que recebe esse nome por ter salvado a vida de uma jovem que tentava se afogar nela, segundo as lendas locais. De acordo com a história, os cabelos da moça teriam se enroscado em uma árvore na beira da lagoa, o que impediu a tragédia.

Embora a Chapada Diamantina tenha muitos municípios, eu sugiro que você se hospede em Lençóis, que é um bom ponto de parada para conhecer várias belezas da região e fica a cerca de 450 quilômetros de Salvador. 

Confira aqui as suas passagens para Lençóis e, se quiser, aproveite para garantir também as passagens para Salvador


Serra do Roncador (MT)


Cheio de parques ecológicos grandiosos e dono de uma natureza nativa encantadora, o Mato Grosso já é adorado pelos fãs do ecoturismo. O estado do Centro-Oeste brasileiro tem também uma característica peculiar: conta com vários destinos rodeados por misticismo, como a Chapada dos Guimarães e a Serra do Roncador.

Com cerca de 800 quilômetros de extensão, a Serra do Roncador é uma cordilheira gigantesca que separa as águas do Rio Araguaia e do Xingu. A região ainda é cheia de áreas inexploradas e carrega uma infinidade de mistérios inexplicáveis que fazem dela o lar escolhido por muitas comunidades alternativas.

Os cânions enormes da Serra formam paisagens cinematográficas que podem ser aproveitadas durante as trilhas, como a Trilha das Águas, na qual você poderá se banhar na Cachoeira das Andorinhas e na Cachoeira dos Guardiões, além de ter um contato bem próximo com a flora e a fauna locais. No Parque das Águas Quentes, terá a possibilidade de conhecer piscinas naturais com propriedades terapêuticas. 

As lendas e causos que rodeiam a Serra são intermináveis e muito antigas: já no começo do século passado, nos anos 20, o explorador inglês Percy Fawcett foi até lá porque estava convicto de que encontraria a cidade perdida de Atlântida. Como ele desapareceu misteriosamente durante a expedição,  é difícil saber se a busca foi bem sucedida. 

As lendas se estendem: tem tantas aparições de OVNIs que a Câmara de Vereadores de Barra do Garças até decretou um ponto oficialmente dedicado ao pouso de naves espaciais, o Discoporto. Há também a Caverna dos Pezinhos, cheia de pegadas fossilizadas de antiguidade ancestral… com três, quatro ou seis dedos. Só não tem de cinco!

Talvez você nem se deixe impressionar muito por essas histórias. Mas uma coisa é verdade incontestável: a tranquilidade e o encanto da Serra do Roncador fazem dela um destino perfeito para quem gosta de estar em meio à natureza. 

Minha sugestão é se hospedar em Barra do Garças, que fica a mais ou menos 580 quilômetros de Cuiabá. Garanta suas passagens para Barra do Garças e, se vier de longe, pode ser uma boa olhar também passagens para Cuiabá

São Thomé das Letras (MG)

Turismo Místico em São Thomé das LetrasO interior de Minas Gerais já é bastante procurado por quem gosta de história, principalmente por causa da chamada Rota do Ouro, que guarda as relíquias do auge da economia mineradora. Mas Minas é também a terra da cidade mais mística do Brasil, São Thomé das Letras.

Aparições alienígenas, portais interdimensionais, magos, duendes e minérios de energia poderosa. 

Essas são só algumas das histórias que tornam São Thomé das Letras a queridinha dos fãs de turismo esotérico. A simpática vila no sul de Minas, conhecida também como “Cidade das Pedras”, floresceu em meio às grandes formações geológicas da Serra da Mantiqueira. 

O lugar é um pontinho colorido em meio à natureza exuberante da Serra. Por isso, conta com um número enorme de quedas d’água, grutas e, é claro, paisagens de tirar o fôlego. Eu diria que as paradas obrigatórias são a Cachoeira Véu da Noiva, a Cachoeira da Lua e a do Vale das Borboletas. O município tem também um circuito histórico riquíssimo.

A natureza de São Thomé emite uma energia muito forte. Ainda assim, é difícil de explicar a gigantesca quantidade de casos “sobrenaturais” que são relatados na cidade. Dizem, por exemplo, que uma das cavernas de lá, a Gruta do Carimbado, é uma passagem que leva até as ruínas incas de Machu Picchu, no Peru. Embora não seja permitido entrar lá para testar a teoria, você com certeza sentirá a atmosfera diferenciada do local.

As lendas vão além: na famosa Ladeira do Amendoim, os carros estacionados se movem sozinhos. Ah, e segundo os muitos relatos locais, São Thomé das Letras parece ser um local incrivelmente atrativo para seres mágicos elementais, como duendes e fadas, e até para os visitantes de outros planetas. 

Felizmente, você não precisa de nave espacial para chegar lá. São Thomé fica a cerca de 320 quilômetros da capital mineira, Belo Horizonte. Uma boa opção é parar primeiro em alguma das cidades próximas, como Cruzília e Três Corações. 

Por isso, veja aqui as melhores passagens para Três Corações e as passagens para Cruzília. 

Dependendo do seu ponto de origem, pode ser interessante também checar as passagens para Belo Horizonte.



Caverna do Diabo (SP)


O estado de São Paulo pode ser conhecido pela agitação de sua capital, a maior metrópole da América Latina. Entretanto, a região também reserva ótimos destinos para quem quer conhecer o lado mais “mágico” do Sudeste brasileiro.

Não se assuste por causa do nome: localizada no município de Eldorado, a Caverna do Diabo (também conhecida como Gruta da Tapagem) é uma das cavernas mais bonitas do Brasil.

A visita pela caverna, por si só, é uma experiência quase sobrenatural: as formações geológicas que ornamentam o interior do espaço dão a ele uma complexidade única. Tons terrosos e amarelados se alternam para colorir a imensidão do lugar.

A trilha é leve e tem uma boa estrutura, que conta com escadas, passarelas e iluminação artificial para que os visitantes circulem com tranquilidade por entre as gigantescas colunas de cálcio milenares. 

É natural que uma caverna tão grande emita sons de vez em quando. Foi justamente isso que impressionou os povos nativos da região, que viviam por lá antigamente. Várias lendas surgiram envolvendo os barulhos, incluindo a afirmação de que a caverna seria uma entrada para o inferno. Por isso ela foi batizada assim. 

A beleza sombria da Caverna do Diabo não chega a ser assustadora, mas segue cercada de histórias sobrenaturais fascinantes. Além disso, ela fica no Parque Estadual da Caverna do Diabo, que tem outras trilhas ótimas para quem gosta de ecoturismo.

Eldorado fica a cerca de 241 quilômetros da capital, São Paulo. Para chegar lá, uma boa pedida é parar primeiro em algum município próximo, como Registro.

Confira aqui algumas passagens para Registro e, se quiser passar na capital antes, veja também as passagens para São Paulo.   

Conheça os mistérios mais encantadores do Brasil

Turismo místico

Tudo pronto para recarregar suas energias nesses destinos fantásticos?

Bem, você pode nem ser muito fã de temas metafísicos e de esoterismo em geral, mas os mistérios que encontrará nos destinos desta lista (e as maravilhas naturais que os rodeiam) com certeza renderão experiências inesquecíveis. 

O que te aguarda nesses lugares são vivências capazes de te fazer olhar para o mundo e para si de forma transformadora. Afinal, talvez seja essa a grande mágica de viajar: ao conhecer lugares novos, você acaba se aprendendo um pouco mais.

E aí, já escolheu qual vai ser o primeiro destino da sua jornada mística pelo Brasil? E conta pra gente aqui nos comentários, se conhece alguns desses, e quais outros gostaria de conhecer!

Ah, aliás, se você adora viajar, fique de olho aqui no portal Tô de Passagem. A gente produz conteúdos tão informativos quanto este sobre todos os melhores roteiros nacionais, para muito além do turismo esotérico. 

Boa viagem para você e que as energias positivas te acompanhem!

Autor

Escrever um comentário