Categoria

Campos do Jordão

Se você tinha alguma dúvida sobre a viagem para Campos do Jordão, é hora de acabar com todas elas e ficar com ainda mais vontade de conhecer a Suíça brasileira!

Campos do Jordão é conhecida por se tornar um point no inverno, principalmente para jovens e casais. Mas tenha certeza de que a cidade vai muito além dessa fama, sendo ideal para todos os gostos de turistas: desde aqueles que buscam ter contato com a natureza até os que preferem os passeios culturais e gastronômicos. 

Se ficou interessado em conhecer todos os lados desse destino encantador, continue lendo!

O que fazer em Campos do Jordão: Pontos Turísticos, paisagens, passeios culturais e parques!

Dicas do que fazer em Campos do Jordão

Vila Capivari em Campos do Jordão

Se tem uma palavra que define esse lugar, que é o centro de Campos do Jordão, essa palavra é acolhedora! Lá, você poderá encontrar uma grande variedade de lojas de roupas, restaurantes, chocolateiras e muito mais! 

E sabe o que é mais bacana? A arquitetura das casas e estabelecimentos remete às construções europeias. Os formatos dos telhados são sempre bem triangulares e a madeira está presente em muitas estruturas externas – é o que se imagina quando pensa em um chalezinho, por exemplo. Muito charmoso, hein? 

Bonde turístico de Campos do Jordão

Está procurando conhecer a cidade de uma forma prática porque não poderá ficar muito tempo? Esse é o programa perfeito para você! Além de cumprir essa finalidade, ele ainda faz o turista se sentir em séculos passados, pois o trajeto é feito de bonde. 

Outro ponto positivo é que você tem duas opções de caminho. Um deles tem como destino Abernéssia, onde fica a matriz de Campos do Jordão – um de seus marcos é ter recebido o primeiro hotel da cidade –, reunindo construções emblemáticas, como: mercado municipal e Palácio Boa Vista, residência oficial do governador de São Paulo no período de inverno, e leva 30 minutos para ser feito (ida e volta).

A segunda alternativa é ir até o Portal de Campos do Jordão. Nesse trajeto certamente o turista irá se deslumbrar com a beleza da cidade que é apresentada durante o percurso, que é o mais extenso. 

E veja só que legal: esse passeio está disponível aos sábados, domingos e feriados! Então, aproveite. 

Auditório Cláudio Santoro e Museu Felícia Leirner de Campos do Jordão

Lembra quando leu que Campos do Jordão também era uma boa pedida para quem curte arte e história? Pois é, o Auditório Cláudio Santoro e o Museu Felícia Leirner são provas disso! 

É no auditório onde acontecem os concertos de músicas clássicas e apresentações de dança, além de ser também a sede do Museu Felícia Leirner, localizado em uma área ao ar livre de 35 mil metros quadrados, que apresenta as obras da artista que dá o nome ao museu: são 85 esculturas e estátuas de variados materiais, como: cimento branco, granito e bronze. 

Esse ponto turístico de Campos do Jordão com certeza irá inspirar você! 

Palácio Boa Vista

Como já foi mencionado, o Palácio Boa Vista tem uma importância governamental pelo fato de ser a residência oficial de inverno do Governador paulista. E por que, além da sua imponência e beleza, ele deve ser considerado um relevante ponto turístico de Campos do Jordão? 

Ele também respira arte! A construção ainda guarda um belíssimo acervo, com obras de artistas, como Tarsila de Amaral, Di Cavalcanti e Anita Malfatti. E não para por aí, pois a exposição conta também com símbolos culturais dos séculos 17 e 18: desde esculturas e objetos religiosos até móveis. 

Teleférico 

Vista do teleférico em Campos do Jordão

E para quem quer apreciar uma vista panorâmica da cidade sem precisar colocar o tênis, há opção de fazer isso no teleférico! 

Seu ponto de partida fica na Vila Capivari e o ponto final é o Morro do Elefante, sendo uma oportunidade para enfrentar o medo de altura e ver o quanto vale a pena conferir essa cidade do alto! 

Complexo da Pedra do Baú

Em Campos do Jordão os mais aventureiros também não passam vontade! Composto por três formações rochosas (Pedra do Baú, Bauzinho e Ana Chata, da mais alta para a menor), o complexo reúne as condições ideais para realizar trilhas e contemplar paisagens de tirar o fôlego ao chegar no topo dessas montanhas.  

Portanto, é fundamental vestir roupas adequadas para exercícios físicos e, claro, não esquecer da máquina fotográfica ou de carregar o celular para fazer lindos registros! 

Parque Amantikir

Esse ponto turístico é praticamente obrigatório para quem quer respirar ar puro, enquanto visualiza um lugar que lembra nada menos do que o paraíso: cheio de verde, cor das flores, passarinhos… Natureza, vida! 

Veja a dimensão desse pedacinho do céu em Campos do Jordão: são 60 mil metros quadrados de área, 28 jardins que têm como referência 14 países e um número de espécies de plantas que ultrapassa os 700.

Tarundu 

Mais uma dica para os aventureiros de plantão! É isso mesmo, em meio à Floresta de Araucária, característica dessa região de São Paulo, podem ser praticados esportes radicais. 

No Parque Tarundu, há mais de 30 opções de esportes, entre: arco e flecha, patinação no gelo, mini-golf, arborismo, cama elástica e muito mais.  

Quando ir para Campos do Jordão: Alta e baixa temporada! 

Melhor época para ir a Campos do Jordão

A alta temporada acontece no mesmo período das mais baixas temperaturas, compreendidas pelos típicos meses de inverno: em julho, agosto e setembro. Nessa época, na parte da noite, a temperatura geralmente fica abaixo da casa dos 5ºC e, de vez em quando, abaixo de zero. Se você curte agitação e frio, aposte em dias desses meses.  

Mais um motivo pelo qual Campos do Jordão fica em polvorosa nesse período do ano é porque a cidade promove o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, nada menos do que o maior evento de música erudita da América Latina! 

Para se ter ideia da dimensão dele: a cidade recebe uma média de 134 mil habitantes por final de semana. Portanto, se for o caso de ir em datas mais movimentadas, sempre faça sua reserva com antecedência! 

Agora, se você prefere visitar a cidade com calma e sem precisar passar por filas, evitando aglomerações, uma boa pode ser durante a primavera, de outubro a dezembro, quando os termômetros já começam a marcar temperaturas mais elevadas (as mínimas ficam acima de 10ºC) e a efervescência do inverno já passou. 

Esse também é um ótimo período para curtir os locais arborizados das terras jordanenses, como o já citado Parque Amantikir, assim como Horto Florestal, cuja área possui 8.300 hectares e é repleta de mata nativa, árvores antigas e muitas flores. 

Já o outono é uma boa sugestão para quem gosta de temperaturas baixas, mas sem a sensação térmica gelada do inverno. Os termômetros giram em torno de 6ºC a 20ºC e o clima fica perfeito para curtir o Festival de Pinhão e o Festival de Malhas da região. 

Como pôde perceber, dificilmente os termômetros batem os 25ºC e, portanto, é um lugar para quem aprecia o clima mais frio e fresco mesmo. E se você é fã desse clima, pode estar pensando que qualquer estação é boa para visitar Campos do Jordão, porém, atenção! 

No verão, entre janeiro, fevereiro e março, a média de precipitação de chuva é sempre alta, o que acaba prejudicando os passeios ao ar livre, que como já viu acima, são muitos. Por isso, analise as opções e marque a data da sua viagem para Campos do Jordão de forma assertiva. 

Bares de Campos do Jordão

Dicas de bares em Campos do Jordão
Foto Meramente Ilustrativa

Baden Baden

Esse estabelecimento já recebeu prêmios internacionais e fica localizada em um ponto estratégico… Já sabe de onde estamos falando? Isso mesmo, na Vila Capivari. 

O cardápio oferece pratos diversificados, a exemplo de bolinho de bacalhau, calabresa grelhada, dadinho de tapioca servido com geleia de pimenta e muito mais. 

Tão diversificados que a gastronomia protagonista é a alemã! Sendo assim, nada mais justo que o prato de destaque ser o Chucrute à Garni, conserva de repolho servida com joelho de porco, bisteca, diferentes tipos de salsicha e batata. 

E, claro, há também a grande estrela da noite: a querida cerveja! Mas nesse lugar, você irá de fato apreciá-la, pois há uma tabela de cores que indica a bebida que combina com cada prato. Você se surpreenderá com os tantos estilos da bebida: aquele fundinho de laranja com o sabor picante de coentro, à base de maracujá, mix de grãos e outros tantos.

Caras de Malte

Formado por restaurante e microcervejaria, esse estabelecimento entrega pratos cheios de cor para o cliente: desde bolinhos até carnes (uma das especialidades da casa), passando por uma belíssima sobremesa.

Tudo isso regado a uma bebida feita artesanalmente e que a maioria dos brasileiros adora: a cerveja. Para complementar essa experiência, os nomes das cervejas são bem criativos: radioativa, super nova, asteroide, buraco negro e antimatéria. Bora provar? E dá até para levar para casa, comprando na loja Malteana.  

Boteco do Vinho

Agora vamos mudar um pouco o disco e partir para uma outra bebida super apreciada: o vinho! E para acompanhar aquela tacinha, adivinha, um belo prato de comida italiana: seja um antepasto de berinjela, seja um nhoque de mandioquinha servido com ragu de cordeiro ou arroz de bacalhau. 

Já deu água na boca, não é? E nesse restaurante você também pode comprar uma garrafa para levar para casa o sabor dessa passagem por Campos do Jordão. 

Restaurantes de Campos do Jordão

Dicas de restaurantes em Campos do Jordão
Foto Meramente Ilustrativa

Restaurante Pontremoli 

Está buscando um restaurante romântico em Campos do Jordão? Olha só essa descrição: Isolado, no alto de uma colina, rodeado por natureza, o Pontremoli é ideal para um jantar a dois bem intimista. 

Outro diferencial é a vertente gastronômica seguida nesse restaurante: o Slow Food, que é o oposto do Fast Food. Nesse conceito, os pratos levam mais tempo para serem feitos, tendo como objetivo principal a valorização de cada ingrediente utilizado em seu preparo. Super interessante, não é?

Ok. Mas quais pratos são servidos? O destaque são as massas, uma vez que estas são finalizadas na mesa do cliente! Isso que é comida fresquinha e deixa o clima ainda mais especial. Tendo isso em vista, uma dica é pedir um prato que sempre chama atenção: o macarrão servido dentro de uma grande peça de queijo. 

Só Queijo 

O frio combina com qual prato? Muitos logo pensam em fondue! E nada mais atrativo do que uma carne gostosa com bastante queijo derretido quentinho. Hummm… Portanto, o Só Queijo sempre será um lugar interessante para comer em Campos do Jordão.  

O lugar tem mais de 50 anos de história, o que o faz ser um dos mais tradicionais da região. Mas não é só o tempo que lhe proporciona a boa fama. Seu clima cheio de conforto, propiciado pelas lareiras, paredes de madeira e luzes de vela também fazem parte da tradição e qualidade. 

E, claro, para o prato principal a sugestão não poderia ser outra: fondue dos mais variados: carne, queijo e chocolate.

Manhattan Burguer 

Quem resiste a um farto hambúrguer com carne ao ponto e muito queijo? Seja na sua cidade natal, seja em Campos do Jordão, essa opção de almoço ou janta sempre cai muito bem! Ainda mais porque os hambúrgueres são artesanais e você poderá escolher entre carne, frango e vegano, além dos acompanhamentos populares: batata frita e onion rings.  

Na Suíça brasileira, você encontrará o Manhattan Burguer para saciar essa vontade e ainda dar aquela boa economizada, porque os preços são bem atrativos se comparados aos demais restaurantes. Show, não é? 

Outro ponto positivo é que ele fica na movimentada e perto de tudo Vila Capivari.

Depois de ler tudo isso, é fato: a vontade de conhecer Campos do Jordão ficou ainda maior, não é? E ainda tem mais um motivo: dá para ir para a Suíça brasileira de ônibus, uma forma tranquila, prática e econômica de chegar a um destino com tantos atrativos.

Campos do Jordão te espera com todo seu clima acolhedor e encantandor! 

Veja também no Tô de Passagem:

São Paulo: Guia De Viagem Completo Para Conhecer A Cidade
10 Cidades Incríveis Para Conhecer No Interior De São Paulo
Os 30 Melhores Restaurantes Em São Paulo | Onde Comer?
Com Quantos Anos Pode Viajar Sozinho? Veja A Idade Ideal!
Mochilão: O Que É E Como Fazer O Seu!
8 Dicas Para Evitar O Enjoo Em Viagens