Conheça nosso TOP 15 cidades históricas brasileiras e suas curiosidades!

Os destinos litorâneos e de serra costumam chamar a atenção dos turistas devido à sua riqueza natural e à programação local relaxante, que contempla bons restaurantes, por exemplo. Mas saiba que as cidades históricas brasileiras também têm muito charme e atrativos que, sem dúvida, farão com que elas estejam entre seus próximos destinos! 

Não está convencido disso? Então, confira abaixo o nosso TOP 15 cidades históricas do Brasil e se apaixone por cada uma delas.   

Ouro Preto em Minas Gerais 

Cidade Histórica de Ouro Preto em Minas Gerais

Primeiramente, saiba que esse destino mineiro foi palco de memoráveis eventos históricos do Brasil, bem como é a cidade de origem de consagrados nomes do cenário artístico. Estamos falando, respectivamente, da Inconfidência Mineira – um dos movimentos mais importantes contra a metrópole portuguesa – e dos artistas Aleijadinho e Manuel da Costa Athaíde. 

Além disso, a região foi um símbolo da riqueza proveniente da mineração do ouro, que segue marcando construções locais, a exemplo das igrejas de Nossa Senhora do Pilar, São Francisco de Assis, Nossa Senhora do Rosário e de Santa Efigênia. 

Tiradentes em Minas Gerais

As ruas de pedra, o céu azul e a arquitetura preservada – paredes brancas com contornos das portas e janelas em tons de azul ou amarelo – fazem com que o turista se veja em outro século. 

Porém, não é só pelo cenário externo que esta é uma cidade histórica do Brasil. Acredite se quiser: em algumas pousadas, você ainda encontra móveis de muitas décadas atrás e se sente parte de um elenco de novela de época. Outra característica que acaba sendo um atrativo são os cafés mineiros que, aqui entre nós, são muito fartos e extremamente saborosos! 

Ademais, há outras dicas para tornar essa viagem inesquecível! Afinal, esse destino sedia cerca de 15 festivais, contemplando o de cinema, em janeiro; o de gastronomia, em agosto; o de artes em setembro, entre tantos outros. 

São João Del Rei em Minas Gerais  

A paisagem da “Terra onde os sinos falam” – esse é o apelido dessa cidade mineira – também possui uma grande riqueza de detalhes referentes ao passado, quando era associada à descoberta do ouro no local, que ocorreu pelos idos do século 18. 

Para completar, o roteiro de São João Del Rei ainda inclui o Museu Regional e o Complexo Ferroviário, além das igrejas, cujos sinos ainda tocam quando ocorre algum evento importante, como uma missa, solenidade ou luto – daí vem seu apelido, inclusive. Tal costume atravessou os séculos, intensificando a atmosfera do passado. 

Porto Seguro em Bahia 

Centro Histórico de Porto Seguro na Bahia

Histórica e turística, Porto Seguro guarda curiosidades do descobrimento do Brasil, como é o caso do Marco do Descobrimento, trazido para o país pelos portugueses. E essa região é tão importante que é chamada de Cidade Histórica de Porto Seguro! 

Reconhecê-la é fácil, tendo em vista sua localização estratégica no topo de uma colina, que também rende aos visitantes uma vista privilegiada do mar. O passeio pelo local é composto por igrejas, Museu do Descobrimento – cujo acervo contempla artefatos indígenas e objetos usados pelos portugueses para navegação –, uma rua repleta de casas coloridas, que funcionam como lojas de artesanato e centros culturais. 

Uma dica para visitar essa cidade histórica do Brasil é optar por marcar a viagem perto do dia 22 de abril, quando acontece a Semana do Descobrimento, marcada por atrações que contam a história das nossas raízes. 

Salvador em Bahia 

Uma das grandes atrações do Centro Histórico da capital baiana é o Pelourinho, ou Pelô, como é carinhosamente chamado. E não é só porque sua paisagem é um dos, se não o principal cartão-postal de Salvador. Lá, você verá uma composição que remete aos tempos coloniais: ladeira de pedras, igrejas e casarões com cores vivas. 

Afinal, imagine em um só lugar encontrar pontos turísticos repletos de história, que pulsam a cultura brasileira, e ainda de quebra beber um drink ou fazer uma refeição agradável por lá mesmo. Uma dica valiosa é visitar a Fundação Casa de Jorge Amado, cujo acervo é dedicado aos pensamentos do autor das célebres obras “Capitães de Areia” e “Gabriela Cravo e Canela”. 

Apesar de hoje o local ser um antro de beleza e vida, no passado, ele foi marcado pelo sofrimento dos negros, que eram castigados nos pelourinhos, uma estrutura em forma de coluna de pedra. Aliás, o nome do local foi originado desse instrumento. 

Olinda em Pernambuco 

Mais uma cidade histórica brasileira que remete aos tempos coloniais, Olinda ainda conserva características do século 16. Esses traços que compõem um conjunto arquitetônico e paisagístico único, renderam à região o reconhecimento de Patrimônio Mundial Cultural em 1982. Além disso, em 1968, o local foi tombado pelo Iphan. Ou seja, vale a pena conhecer!  

A área de 1,2 km² com cerca de 1.500 imóveis, que foi reconhecida, não deixa a desejar no que diz respeito aos diferentes estilos arquitetônicos. Lá, você poderá contemplar edifícios coloniais do século 16, fachadas de azulejos dos séculos 18 e 19, obras neoclássicas e ecléticas do começo do século 20. 

Para completar, as construções são rodeadas por uma vasta e diversa vegetação. Árvores frutíferas, mangueiras, coqueiros e muitas outras enriquecem o cenário tropical. Nada mais brasileiro do que isso, hein? 

Petrópolis no Rio de Janeiro 

Palácio imperial na cidade histórica de Petrópolis no Rio de Janeiro

Já pensou em conhecer uma cidade que encantou a família imperial? E olha que para isso nem é preciso ir longe, afinal, Petrópolis fica a apenas uma hora da capital carioca. 

Está se perguntando o que esse destino tem de tão especial? Bom, além da família imperial, outras figuras históricas, a exemplo de Santos Dumont e Joaquim Nabuco, ficaram apaixonados pelo clima ameno e a ampla área verde da região, instalando suas casas de veraneio por lá. 

E, para os turistas, hoje, o palácio de verão sedia o Museu Imperial. Seu acervo é focado na história da monarquia no Brasil, englobando objetos reais, a exemplo do trono e da coroa de Dom Pedro II, bem como a pena que a Princesa Isabel utilizou para assinar a lei áurea. Demais, não é?  

Mas não restrinja a sua visita a apenas essa construção, pois há ainda o Palácio de Cristal (erguido em 1884), cuja construção é baseada em armações de metal e paredes de vidro e foi trazida por Conde d’Eu e pela própria Princesa Isabel diretamente da França. Outro ponto turístico é o Palácio Quitandinha (já mais antigo, de 1944), nada menos do que o maior palácio do Brasil!

Haja história e beleza nessa cidade, hein?

Paraty no Rio de Janeiro 

Fundada em 1667, essa cidade histórica segue preservando os símbolos de sua trajetória: casarões e igrejas com a arquitetura de época que, sem dúvida, também levará o turista a uma viagem no tempo. 

Além de sua beleza particular, Paraty sedia um dos maiores festivais literários do Brasil e da América do Sul, a Flip: Festa Literária Internacional de Paraty, que acontece anualmente desde 2003. 

Bananal em São Paulo 

Se você quer, além de conhecer um novo destino, praticar um estilo diferente de turismo, vá para Bananal! Lá, você poderá se hospedar em fazendas históricas, que mantêm até os mesmos móveis de tempos atrás. 

Afinal, esse destino já foi um dos locais mais privilegiados no auge do Ciclo do Café e até hoje há símbolos remanescentes desse período, como por exemplo: palacetes e casas coloniais.  

São Luiz do Paraitinga em São Paulo

Cidade de São Luiz do Paraitinga em SP

Essa cidade histórica se diferencia das demais pelo fato de ser muito famosa não pela sua estrutura com características de séculos passados – muitos deles foram restaurados após as enchentes de 2010 –, mas sim porque seu Carnaval atrai um alto número de foliões! 

Além dos pontos turísticos que compõem seu centro histórico (Igreja das Mercês e o Instituto Elpídio dos Santos), há passeios com foco na natureza: a trilha das 7 cachoeiras e o Parque Estadual da Serra do Mar são exemplos disso. Aproveite tudo o que há de melhor! 

São Luís no Maranhão

As influências dos portugueses, espanhóis, franceses e holandeses continuam evidentes no Centro Histórico de São Luís, capital maranhense. Algumas das construções erguidas nos séculos 18 e 19 que o compõem são consideradas Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Ou seja, vale a pena contemplá-las! 

Para descobrir a cultura, arte e a história dessa região, anote aí os pontos turísticos que não podem faltar no seu roteiro: Museu Histórico e Artístico do Maranhão, Teatro Arthur Azevedo, Matriz da Sé, Casa de Nhozinho e o Palácio dos Leões. 

Uma curiosidade é que os azulejos lusitanos que revestem a parede de muitas casas não foram escolhidos somente pela beleza. Saiba que os portugueses optaram por eles para amenizar o calor no interior das construções. 

Alcântara no Maranhão

Ruinas históricas em Alcântara no Maranhão

Sabe aquelas cidades com vestígios históricos mais rústicos, que criam cenários incrivelmente fotogênicos? Pois é, já pode se preparar para fazer muitos registros nessa cidade histórica! 

Essas paisagens têm como protagonistas os sobrados coloniais cobertos por azulejos portugueses, as ruínas do mercado de escravos Palácio Negro e o prédio da prefeitura, onde funcionava uma cadeia pública no século 18. Há ainda, em frente à Praça do Pelourinho, as ruínas da Igreja Matriz de São Matias e o Museu Histórico, que teve a arquitetura de época preservada.

Piranhas em Alagoas 

A localização e um fato histórico importante marcam essa cidade! Afinal, ela fica às margens do Rio São Francisco e foi de lá que partiu a volante militar em busca do bando de Lampião. Posteriormente à sua captura, as cabeças dos cangaceiros foram expostas em praça pública. Apesar de brutal, é parte da nossa história. 

Aproveite a visita a Piranhas para admirar paisagens dos diversos mirantes espalhados pela cidade, conhecer a rota do cangaço – conduzido por guias vestidos de cangaceiros que contam curiosidades e passagens desse período –, bem como se conectar com a natureza por meio do passeio pelos cânions. 

São Francisco do Sul em Santa Catarina

Centro da cidade histórica de São Francisco do Sul em Santa Catarina

São mais de 500 anos de história guardados nessa cidade, que é considerada a primeira capital do estado. Para explorar seus vínculos com o passado, valorize a caminhada pelo Centro Histórico, onde há aproximadamente 150 imóveis açorianos originais, pontos turísticos, bares, restaurantes e lojas de artesanato. É um passeio que transmite leveza e representa as raízes dessa região brasileira. 

Bragança no Pará 

Mais uma cidade histórica do Brasil, onde o clima tropical e que remonta a séculos passados prevalece! Aliás, não é só a paisagem composta por casas coloridas e com estruturas características do século 17 que chama a atenção, como também a atividades econômicas principais: pecuária e agricultura. 

Tudo isso é intensificado pela natureza do entorno, visto que a cidade é banhada pelo Rio Caeté, o que inspirou alguns apelidos para o local, a exemplo de “Pérola do Caeté” e “Terra da Marujada”. 

Quantas cidades históricas brasileiras incríveis, não é? As curiosidades de cada uma delas, certamente, já são o suficiente para incluí-las na sua lista de próximos destinos. Afinal, essas viagens, sem dúvida, também irão marcar a sua história! 

Tem alguma sugestão para nos dar? Conte pra gente! Adoramos Sugestões!

Veja também no Tô de Passagem:

Viagem Em Família: 6 Destinos Brasileiros Para Conhecer
10 Cidades Incríveis Para Conhecer No Interior De São Paulo
Férias De Verão: 20 Destinos Nacionais Para Visitar
15 Cachoeiras No Brasil Que Você Precisa Conhecer!

Escrever um comentário