Categoria

Porto de Galinhas

Paisagens de tirar o fôlego com piscinas naturais de águas cristalinas e praias belíssimas vão deixar um gostinho de quero mais em sua viagem  

Uma das praias mais bonitas do Brasil, Porto de Galinhas é um destino bastante procurado pelos turistas desde os anos 90. Tamanho é o interesse em conhecer esse lugar, que foi necessário limitar o tempo de visitação, por exemplo, às piscinas naturais e proibir a circulação de buggys nas faixas de areia das praias. 

Afinal, é preciso preservar a belíssima natureza local, não é mesmo? 

Onde fica Porto de Galinhas

Localizada no município de Ipojuca, Porto de Galinhas fica a cerca de 60 quilômetros da capital do estado de Pernambuco, Recife, e foi, aos poucos, com a instalação de grandes resorts e hotéis, que a praia passou a ser mais procurada como destino turístico.

Para começar nosso guia de viagem, vamos conhecer um pouco da história de Porto de Galinhas. 

Breve história de Porto de Galinhas 

Vamos começar pelo porquê do nome Porto de Galinhas. Antigamente, por causa da extração do Pau Brasil, chamavam a região de Porto Rico. Depois, com a promissora produção de açúcar no local, mesmo após a abolição da escravatura, africanos chegaram ao porto para servir de mão de obra. 

O tráfico ilegal de africanos, que chegavam escondidos nos barcos junto às Galinhas de Angola, tinha até uma comunicação estratégica: “Tem galinha nova no Porto”. Foi daí então que surgiu o nome atual. 

No entanto, é importante considerar que Porto de Galinhas é o nome de uma única praia, a principal da região. Ela fica localizada, assim como outras tantas praias do destino, no distrito de Ipojuca. E é a história dele que vamos conhecer um pouquinho a partir de agora. 

A região foi ocupada pelos portugueses e, devido às terras férteis, foram construídos  engenhos de açúcar no local. A localização também era privilegiada para o escoamento da produção, com dois portos naturais: Suape e Porto de Galinhas. 

Por isso, a região era importante do ponto de vista comercial, bem como cobiçada por colonizadores de outras origens europeias, como os holandeses, que tentaram invadir a área e acabaram derrotados em 1645. 

Agora que você já está por dentro do contexto histórico, vamos ao que interessa para praticar turismo nesse destino! 

O que fazer em Porto de Galinhas 

Dicas de o que fazer em Porto de Galinhas

De antemão já sabemos que, por ser um destino litorâneo, tem muitas praias para conhecer. Mas, para além de passar o dia em uma delas, há os passeios para visitar as piscinas naturais, realizar mergulhos, passeios de jangada ao redor dos mangues, ver os cavalos marinhos e se jogar no passeio de buggy de norte a sul.

Vamos conhecer um pouco mais sobre eles: 

Jangada às piscinas naturais

O passeio sai da Praça das Piscinas Naturais, localizada na praia central Vila de Porto de Galinha e os horários são definidos de acordo com o movimento da maré. Isso porque é quando ela está baixa, que as piscinas naturais se formam.

Durante o trajeto, tem parada para banho, por isso para quem gosta ou tem curiosidade de ver os peixinhos de perto, a dica é levar snorkel

  • Buggy de ponta a ponta

Bastante conhecido na região, é um passeio tranquilo e “sem emoção”, diferente de como é conhecido, por exemplo, em Natal, que dá frio na barriga em algumas manobras mais radicais nas dunas. Aqui, o trajeto é calmo e quase todo realizado pela estrada. 

Isso porque, como dito antes, os buggys não podem circular nas faixas de areia, para a própria preservação das praias. 

Neste passeio, você vai conhecer as praias do norte e do sul, indo do Muro Alto ao Pontal de Maracaípe, onde há o encontro do rio com o mar, de onde saem jangadas para ver os cavalos marinhos. Vamos falar sobre isso logo mais. 

Para os que preferem optar por passeios mais curtos, é possível escolher ir apenas para as praias do norte ou do sul. Vale negociar com a agência de turismo. 

  • Jangada pelo Rio Maracaípe

Esse passeio é incrível e acontece ao longo do Rio Maracaípe. É uma região de mangues e, no meio do trajeto, o jangadeiro caça cavalos-marinhos e coloca em um pote para apreciação dos turistas e para fotografias. Depois, ele é devolvido ao habitat natural.

A jangada para esse passeio sai do Pontal de Maracaípe, localizado no fim da praia que leva o mesmo nome, e vale bastante a pena. O pôr do Sol no local é extremamente requisitado pelo show à parte que a natureza oferece para completar o dia. 

  • Passeio até Cabo de Santo Agostinho

O município fica localizado no sul do estado de Pernambuco, entre a capital Recife e Porto de Galinhas, e concentra lindas praias, de águas transparentes e temperatura agradável. 

As agências de turismo oferecem passeios guiados, com paradas em algumas das praias e também em pontos históricos da cidade. Inclusive, é neste passeio que há a opção de tomar banho de argila – ele proporciona alguns benefícios, como absorção de impurezas e reprodução celular.

Também dá para contratar passeio de buggy no local, para conhecer as praias vizinhas, a exemplo da Praia de Calhetas e da Praia de Gaibu. 

  • Bate e volta à Maragogi

Vizinha de Porto de Galinhas, fica a cerca de 100 quilômetros de distância e é uma opção de passeio bate e volta. A cidade alagoana é considerada o Caribe brasileiro e caracterizada pela formação de piscinas naturais rasas e de águas transparentes. Já deu pra entender o show de paisagem que é, né?

Quem busca descanso e calmaria, Maragogi é perfeita. Há quem prefira passar alguns dias hospedado na cidade. Veja o que se encaixa melhor no seu roteiro de viagem: bate e volta ou um período maior de estadia! 

  • Museu da Tartaruga

Entre tantos passeios marinhos e praianos, o Museu da Tartaruga agrega conhecimento à viagem. 

Primeiramente, você vai aprender mais sobre o universo das tartarugas marinhas, desde o importante projeto de preservação da espécie até sobre o período de desova, por exemplo. 

O local é mantido pela ONG Ecoassociados, instituição que trabalha para a conservação destes animais, e as visitas são monitoradas.  

  • Ateliê do Carcará

Antes de apresentar o artista e ateliê, precisamos falar das esculturas de galinhas coloridas que serão encontradas durante sua estadia. 

Elas compõem o cenário de Porto de Galinhas desde os anos 90 e algumas fazem referência a personagens famosos. 

O responsável pelas obras de arte é Gilberto Carcará. As esculturas são feitas com raízes de coqueiros e quem tiver curiosidade de conhecer seu ateliê, o acesso é pelo km 7 da PE-009. 

  • Feira de Artesanato

Passear pela Feira de Artesanato, que fica no centro de Porto de Galinha é uma opção, principalmente, se a ideia for comprar souvenirs para levar de recordação. 

O local comercializa produtos regionais a preços mais camaradas do que as lojas e têm opções diversas. À noite, fica bastante movimentada.

Praias para conhecer em sua viagem a Porto de Galinhas

Dicas de praias próximas de Porto de Galinhas

Depois de conhecer algumas das opções de passeios em Porto de Galinhas, vamos explorar algumas das praias da região? “Bora” lá! 

  • Praia da Vila de Porto de Galinhas

Essa é a principal praia da cidade e fica localizada na região central. Ao avistá-la, você vai ver algumas jangadas estacionadas no mar, porque é daí que saem os passeios às piscinas naturais. Não por acaso, a área leva o apelido de Praça das Piscinas Naturais. 

Para quem curte mergulho, é super recomendado colocar o snorkel na mochila e aproveitar alguns momentos apreciando os peixinhos. 

Até pela excelente localização, há diversas opções de restaurantes à beira mar, bares e quiosques. Também circulam muitos vendedores ambulantes. Portanto, não vai lhe faltar nada se quiser passar um dia todo na praia.  

Além da boa estrutura, o mar de água cristalina é calmo, então, é possível dar aquele mergulho longo tranquilamente. Para os que querem um pouco mais de sossego, não foque na Praça das Piscinas Naturais e caminhe à direita ou à esquerda das jangadas, onde será possível desfrutar de paisagens mais vazias.

  • Praia Muro Alto

Mais afastada da região central e protegida por um grande arrecife, na maré baixa, a Praia de Muro Alto se assemelha a uma lagoa. Então, anota aí, se estiver com crianças na viagem, é uma área de águas rasas, transparentes e calmas.

É nesta praia que também são praticados alguns esportes náuticos, como windsurf e stand up paddle. Vários resorts estão localizados na região. 

  • Praia do Cupe

Se a Praia Muro Alto tem águas tranquilas, o mesmo não se encontra por aqui. O mar é bastante agitado e traiçoeiro, com fortes ondas, principalmente na maré alta. Por isso, é importante ter cuidado.  

Uma boa opção é caminhar até o Pontal do Cupe, onde se formam as piscinas naturais. Aí, não precisa nem dizer, né? Águas calmas, indicadas, principalmente, se tiver criança na área! 

  • Praia de Maracaípe

De areia fofa, a praia é bastante frequentada por surfistas. Isso ocorre em razão do mar aberto e formação de ondas radicais. Não dispõe de muita estrutura, mas para quem deseja sossego é uma boa opção. 

Além disso, é no fim dela que se encontra o famoso Pontal de Maracaípe, onde acontece o encontro do rio com o mar, que já mencionamos anteriormente, lembra? É o local de onde saem passeios de jangadas para ver os cavalos marinhos. 
Como não há permissão para o acesso de carros, a área não fica tão cheia e o pôr do Sol no local é encantador.   

  • Praia de Serrambi

De águas cristalinas, a Praia de Serrambi reúne arrecifes e piscinas naturais durante a maré baixa. Fica mais distante de Porto de Galinhas, a cerca de 12 quilômetros. Por isso, se planeje!  

Há quem goste de passar um dia todo no local. Fica a dica que tem um resort no local bastante famoso, o Serrambi Resort, que pode ser uma excelente opção para enriquecer o seu roteiro de viagem a Porto de Galinhas.   

  • Praia dos Carneiros

Bom, aqui é preciso se planejar mesmo! Pois a praia fica a cerca de 50 quilômetros da Vila de Porto de Galinhas. Dá para fazer bate e volta de carro ou contratar serviço de transfer. No entanto, alguns turistas preferem pernoitar no local para aproveitar mais a praia. Fica a dica! 

Mas, independente se for ficar mais dias ou fazer uma visita rápida, preste atenção nessa recomendação valiosa para não se frustrar: não deixe de consultar a tábua das marés. 

Aqui, diferente das outras piscinas naturais, é importante que a maré não esteja tão baixa, para que o rio não invada a área do mar, deixando a água menos transparente. No entanto, também não pode estar muito alta, pois impede a formação das piscinas naturais.

Bom, já viu que lugares para conhecer em Porto de Galinhas não vão faltar né? Mas depois de conhecer tantos paraísos, é preciso saber onde parar para recarregar as energias. Então, vamos às dicas de onde comer quando a fome bater.  

Restaurantes em Porto de Galinhas

Dicas de Restaurantes em Porto de Galinhas

A grande maioria dos restaurantes está localizada na praia central, na Vila de Porto de Galinhas, e, no geral, a gastronomia está voltada para os pescados, frutos do mar e uma culinária mais sertaneja. 

Selecionamos aqui, alguns dos restaurantes mais famosos:

  • Restaurante Bejuripá

Conhecido pela culinária criativa, que combina pescados com frutas, é um restaurante bastante requisitado. O prato de destaque é o camarão com mel de engenho.

São cinco unidades que se espalham pelo litoral de Pernambuco: Olinda, Praia do Paiva, Porto de Galinhas, Muro Alto e Praia dos Carneiros.

Bom, reserve um dia para conhecer, pois vale muito a pena. O estabelecimento já recebeu alguns prêmios nos últimos anos. 

  • Barcaxeira

Como o próprio nome sugere, o bar oferece em seu cardápio várias opções de macaxeiras gratinadas com recheios diversos. O estabelecimento fica localizado bem em frente às piscinas naturais, em Porto de Galinhas, têm mesas na calçada, ao ar livre, bem no estilo praieiro. 

  • La Tratoria

Além do ambiente aconchegante, La Tratoria é a opção dos turistas que desejam comer uma boa massa ou risoto, acompanhado de um delicioso vinho. Também apresenta a opção de cardápio vegano.

  • Cabidela da Natália

Há mais de 20 anos, Natália tem o restaurante na Praia do Cupe. O ambiente é simples e bem familiar. O prato mais famoso da casa é a galinhada ao pardo e vem uma porção bem servida.   

  • Peixe na Telha

Em frente às piscinas naturais, o restaurante oferece chuveiro, guarda-volume e cadeiras de praia aos clientes. Além disso, fazendo jus ao nome, são os peixes e frutos do mar que ganham destaque em seu cardápio.  

  • Domingos

É um restaurante requintado, com ambiente refinado e bem decorado. Os turistas costumam relatar um atendimento mais formal do que em relação aos demais.

Mas e em relação à gastronomia? Os pratos são do Chef Domingos Farias e varia entre peixes e frutos do mar, como salmão, truta e lagosta, às carnes. Além disso, tem um cardápio de sobremesas e bebidas bem diversificado. 

Quando ir para Porto de Galinhas

Quando ir para Porto de Galinhas

Bom, em Porto de Galinhas faz calor durante todo o ano, no entanto, como já sabemos é um destino que, além de temperaturas agradáveis, pede dias de Sol. Isso porque, além do roteiro de viagem se basear nas belíssimas praias do nordeste e nos passeios ao ar livre, as águas cristalinas das piscinas naturais ficam comprometidas em dias chuvosos. 

Ou seja, dias de chuva e Porto de Galinhas não combinam.  Por isso, primordialmente, planeje sua viagem entre os meses de setembro e março. Nestes períodos, a visibilidade dos mares também é maior, chegando a 25 metros de profundidade a mar aberto. 

No inverno, tem maior probabilidade de chuva, portanto, os piores meses são os de junho e julho. Por precaução, vale evitar o período de abril a agosto. 

Também vale o alerta em relação à alta temporada, quando tudo fica mais cheio e os preços também podem estar mais salgados. 

Agora, independente da época do ano, pesquise sobre a tábua das marés. Como é uma região que se destaca pela formação de piscinas naturais, é preferível visitar a cidade quando a maré está abaixo de 0,5. Afinal, ninguém quer viajar a Porto de Galinhas e não desfrutar do espetáculo destas águas tranquilas, cristalinas e cheias de vida, não é mesmo? 

Se quiser acertar ainda mais no espetáculo do visual, anote ainda essa outra dica: a lua influencia no comportamento da maré. Nas semanas de lua cheia ou lua nova, é de manhã que a maré está baixa. Ou seja, bem quando o sol está alto, portanto, as águas parecem mais transparentes e cristalinas. Além disso, as piscinas ficam mais rasas. 

Diferente do que acontece nas semanas de lua crescente ou de lua minguante. Nestes períodos, é à tarde que a maré está baixa e ela não seca o suficiente para a visibilidade de corais. 

Clima de Porto de Galinhas

Primeiramente, já ficou claro que não existe frio em Porto de Galinhas, né? Durante todo o ano faz calor e a temperatura oscila conforme os meses, com a média girando em torno de 22º e 31º. 

Entre os meses de novembro e abril, a temperatura tende a ser mais alta, enquanto entre junho e setembro tende a cair. 

Como Chegar a Porto de Galinhas

Como Chegar a Porto de Galinhas

É muito fácil chegar a Porto de Galinhas. Fica localizada a 60 km do Aeroporto de Guararapes, o Aeroporto Internacional do Recife, e é possível realizar o trajeto de carro ou de ônibus, sendo essa última a opção mais barata, principalmente para quem está viajando sozinho.

Você vai localizar os ônibus bem na saída de desembarque do Aeroporto. 

Ele vai seguir pela BR-101 e antes de chegar ao município de Cabo de Santo Agostinho, vai entrar na PE-009, seguindo até Nossa Senhora do Ó. A partir daí, são só mais 11 quilômetros e chegou ao destino final. 

Com esse guia de viagem completo de Porto de Galinhas, você pode aprontar seu roteiro turístico e planejar toda logística, de acordo com passeios que pretende fazer. Afinal, opções incríveis não faltam! Aproveite essa viagem inesquecível. 

Veja também no Tô de Passagem:

Viagem Para O Nordeste Com Crianças: Dicas De Destinos!
Quando Ir A Capitólio Para Aproveitar Mais Sua Viagem
Fortaleza: Guia De Viagem Completo
O Que Fazer Em Recife: Dicas De Viagem!
Quando Ir A Porto Seguro Para Aproveitar Mais A Cidade