Categoria

Foz Do Iguaçu

Conheça as famosas quedas d’águas das Cataratas do Iguaçu e muitas outras atrações para o seu roteiro de viagem

O nde fica Foz do Iguaçu

Para começar, Foz do Iguaçu é uma cidade localizada no oeste do estado do Paraná, na região sul do Brasil. 

Depois, é importante mencionar que uma peculiaridade em relação à localização de Foz do Iguaçu torna esse destino turístico ainda mais interessante: é que a cidade está na tríplice fronteira brasileira, entre Paraguai e Argentina. 

Ou seja, dá para montar um roteiro de viagem que contemple alguns lugares turísticos dos países vizinhos, como a Ciudad del este, município paraguaio, e Puerto Iguazú, que fica em território argentino. Ademais, o turista também pode estender a viagem para conhecer a capital do Paraná, Curitiba

Como se não bastasse, existem outros tantos motivos que levam os turistas a escolher Foz do Iguaçu como destino de viagem! 

Agora, vamos apresentar os lugares para ir em Foz do Iguaçu, os principais pontos turísticos e o que fazer na cidade.  

O que fazer em Foz do Iguaçu

Depois desta breve introdução, você já está com roupa de ir, não é mesmo? Conhecer o que fazer em Foz do Iguaçu vai ajudar ainda mais a programar um roteiro tão interessante quanto à cidade. 

Quando falamos em Foz do Iguaçu, automaticamente nos referimos às famosas Cataratas de Foz do Iguaçu, um show à parte da natureza com quedas d’águas incríveis, resultado de um acidente geológico de mais de 200 mil anos atrás.

Ou seja, ir a Foz do Iguaçu e não conhecer as Cataratas é como se não visitasse a cidade. Elas estão presentes no roteiro de casais apaixonados, no planejamento das férias em família ou no tour de viajantes solos.    

Logo, falaremos mais sobre elas, que ficam distribuídas entre o Parque Nacional do Iguaçu, no Brasil, e o Parque Nacional Iguazú, na Argentina. 

Além disso, Foz do Iguaçu reúne uma série de outros atrativos que não podem ficar de fora do roteiro. 

Entre eles alguns curiosos museus, os passeios pela Usina Hidrelétrica de Itaipu e o famoso Parque das Aves. 

Não menos importante é a experiência no Marco das Três Fronteiras, que passou por reforma recentemente e é bastante turístico.  

Tanto quanto os atrativos naturais, os restaurantes em Foz do Iguaçu não decepcionam e proporcionam experiências gastronômicas valiosas!  

Além disso, é interessante reservar alguns dias da viagem para esticar até as cidades vizinhas, como mencionamos acima.  

Pontos Turísticos de Foz do Iguaçu

Pontos Turísticos de Foz do Iguaçu

Cataratas do Rio Iguaçu

Como não poderia deixar de ser, em primeiro lugar, precisamos falar das famosas Cataratas Foz do Iguaçu, considerada uma das sete maravilhas da natureza do mundo. 
Tal como o próprio nome sugere, as quedas d’águas veem do Rio Iguaçu, localizado na fronteira entre Brasil e Argentina e, como já mencionamos, é resultado de um acidente natural de muitos anos atrás.
Ao todo, são 275 quedas d’água que variam de 40 a 80 metros de altura. Cinco delas ficam no território brasileiro e, as demais, em solo argentino.
Por isso, é importante incluir no roteiro dos pontos turísticos de Foz do Iguaçu os dois parques: Parque Nacional do Iguaçu, no Brasil, e o Parque Nacional Iguazú, na Argentina.

Parque Nacional do Iguaçu

Primeiramente, o Parque Nacional do Iguaçu fica em território brasileiro e é nele que você vai encontrar as cinco quedas d’ águas nomeadas como Floriano, Deodoro, Benjamin Constant, Santa Maria e União.
Neste parque, há uma opção de trilha, de trajeto de cerca de 1,2 quilômetros, que leva a alguns mirantes e também à Garganta do Diabo, considerada a maior de todas as quedas d’águas do Rio Iguaçu.
Para os aventureiros que gostam de desfrutar do espetáculo da natureza do alto, tem a possibilidade de comprar o passeio de helicóptero.

Em resumo, são duas opções: o que dura cerca de 10 minutos e sobrevoa somente as Cataratas e o que tem duração de cerca de 35 minutos e contempla a Usina de Itaipu e o Marco das Três Fronteiras.
Já os que preferem o radicalismo das águas, o indicado é o passeio de barco inflável chamado Macuco Safari.

Se a intenção é não se molhar, nem pensar em considerar este tipo de passeio, porque são muitas as manobras radicais. Tem parada para o banho de cachoeira.

Parque Nacional Iguazú

Agora, chegamos às Cataratas localizadas em solo argentino, no Parque Nacional Iguazú, que oferece cinco opções de trilhas diferentes: Garganta del Diablo, Circuito Inferior, Circuito Superior, Isla San Martín e Sendero Macuco.
Em suma, as três primeiras acabam sendo mais acessadas pelos turistas, principalmente por aqueles que não dispõem de mais de um dia para a visita ao parque.

Usina Hidrelétrica de Itaipu

Antes de mais nada, a Usina Hidrelétrica de Itaipu é a maior geradora de energia elétrica do mundo. 

Ao todo, são 20 turbinas funcionando no local. As barragens foram construídas ao longo do percurso do Rio Paraná. 
Diferentemente das Cataratas Foz do Iguaçu, que são resultado de um acidente totalmente natural, a Usina é um atrativo construído pelo homem. 

Depois de um acordo entre o Brasil e o Paraguai, a Usina de Itaipu foi construída e inaugurada no ano de 1973.
Até mesmo por isso, ela está localizada na fronteira entre os dois países e é considerada de território binacional.
Mais do que visitar o local, tem várias opções de passeios: para conhecer as partes internas de funcionamento da hidrelétrica; passeio panorâmico ou de barco e até mesmo caminhada em meio à mata nativa da região.
Além disso, tem as opções de passeios noturnos: visitar Itaipu iluminada e um tour pelo centro turístico, quando é possível ver o planetário e contemplar as estrelas.
Por fim, mas não menos interessante, na Usina de Itaipu tem o Ecomuseu, com exposição permanente sobre a história de Foz do Iguaçu e também sobre a usina. 

Parque das AvesParque das Aves em Foz do Iguaçu

Bem como as Cataratas Foz do Iguaçu, o Parque das Aves é um presente da natureza para a cidade e para os turistas que a visitam.
Inclusive, está localizado bem próximo ao Parque Nacional do Iguaçu e pode ser considerado um museu de pássaros vivos. É um dos maiores do gênero da América Latina.
A princípio, a melhor experiência dos turistas no local é nos viveiros, onde presenciam voos de aves como tucanos, flamingos, corujas e araras.
Assim como o Parque Nacional do Iguaçu, o Parque das Aves é um local de preservação ambiental.
Pois bem, prepare a máquina fotográfica e roupas confortáveis para o dia da visita. 

Marco das Três Fronteiras

Depois de ter passado por uma revitalização em 2016, o Marco das Três Fronteiras começou a ser chamado de Complexo Turístico Marco das Américas.

Definitivamente, o atrativo marca a tríplice fronteira do Brasil com a cidade vizinha do Paraguai e da Argentina.

Nele, há três obeliscos, cada qual com uma cor que faz alusão a bandeira do país correspondente: Foz do Iguaçu (Brasil), Puerto Iguazu (Argentina) e Ciudad Del Leste (Paraguai). 

No Marco, também acontece o encontro das águas dos rios Iguaçu e Paraná. 

Finalmente, chegamos à sua infraestrutura: o espaço tem loja de souvenires, museu, espetáculo de águas e luzes, além de restaurante e um mirante. 

Complexo Dreamland

Em resumo, o Complexo Dreamland é conhecido por causa do famoso Museu de Cera, do Vale dos Dinossauros e, também, do Bar de Gelo. 

Museu de Cera

Assim que o turista chega ao Museu de Cera, encontra esculturas de personagens famosos do mundo da música, da política, da dramaturgia, do esporte, entre outros universos, entre alguns exemplos, estão: Michael Jackson, Ayrton Senna e Marilyn Monroe. 

Parque dos Dinossauros

Sobretudo, o Parque dos Dinossauros é um atrativo que encanta os turistas mirins, mas também diverte o público mais adulto.  Em síntese, é um parque a céu aberto, que reúne cerca de 20 réplicas de dinossauros, muitos em tamanho real, que se movimentam e também emitem sons. 

Dream Ice Bar

Como o nome sugere, o bar é todo construído em gelo, portanto, para entrar é preciso vestir uma roupa de frio e a visita dura em média 30 minutos. 

Restaurantes e Bares de Foz do Iguaçu

Restaurantes e Bares de Foz do Iguaçu
Foto meramente ilustrativa

Já que estamos falando de bar, vamos conhecer um pouco da gastronomia de Foz do Iguaçu, que, conforme já falamos, não deixa nada a desejar.  

4 Sorelle

Apesar do nome, 4 Sorelle tem um cardápio bastante diversificado e que não se restringe à culinária italiana, além das boas opções de massas, o cardápio vai desde bacalhau, às carnes assadas e também tutu a mineira. 

Em suma, o nome faz referência às quatro irmãs da família italiana Maran, que em 1988 decidiram criar uma Cantina Italiana, hoje, 4 Sorelle é mais do que uma Cantina, mas um restaurante de rodízio e também self-service. Fica localizado na Rua Almirante Barroso, no centro de Foz do Iguaçu. 

La Strega

Também localizado no centro da cidade, na Rua Edmundo de Barros, a Trattoria La Strega tem um cardápio típico italiano e uma carta de vinhos bem diversificada. Os da Serra Gaúcha costumam ser bem recomendados. 

Aos viajantes veganos, o estabelecimento tem opções de pratos que podem agradar, como a parrilla vegana! Por fim, La Strega é bastante conhecido pelos pratos de risoto. Fica a dica. 

The Argentine Experience

Como o nome sugere, esse restaurante fica localizado em solo argentino, em Puerto Iguazú, mais precisamente na Avenida Brasil. 

Sem dúvidas, é bastante requisitado entre os turistas e vale a pena a experiência de jantar no local. 

Quando ir para Foz do Iguaçu

Quando ir para Foz do Iguaçu

Assim como já mencionado, são as Cataratas Foz do Iguaçu a principal razão que levam uma série de turistas a procurar a cidade como destino de viagem. E não é pra menos: é realmente um espetáculo da natureza, por isso, apesar de Foz do Iguaçu poder ser visitada durante todo o ano, é interessante considerar qual cenário das Cataratas deseja encontrar.

Em suma, no verão, as quedas d’águas estão mais volumosas e, portanto, menos definidas. Já no inverno, é ao contrário: a definição das águas é maior, porque o volume também é reduzido, essas características têm muito a ver com a época de chuva da cidade. 

De forma geral, o mês de outubro é o que tem maior índice pluviométrico. Mas, janeiro e dezembro também são meses considerados chuvosos na cidade. Já junho e agosto, são épocas mais secas, por fim, assim como a maioria dos destinos, Foz do Iguaçu acaba sendo mais procurado nos meses de férias escolares (julho, dezembro e janeiro) e também nos feriados prolongados!

Portanto, vale atenção para se programar com hospedagem, reserva de passeios e também restaurantes mais disputados.  

Clima de Foz do Iguaçu

Curiosamente, Foz do Iguaçu tem as quatro estações do ano bem definidas, uma característica típica do clima da região centro-sul brasileira.

De forma geral, a média de temperatura em Foz do Iguaçu, no inverno, gira em torno dos 18 ° C. Nesta época, também há menor probabilidade de chuva.

Enquanto, no verão, a temperatura média é de 26 ºC e a cidade tem maior índice pluviométrico. 

Para concluir, é importante saber disso na hora de escolher a época do ano da viagem e também  no momento de fazer as malas: o clima de verão em Foz do Iguaçu é bastante quente, enquanto o inverno apresenta dias muito frios. 

Rodoviária Internacional de Foz

A Rodoviária Internacional de Foz é servida por 15 viações e, além das opções de trajetos intermunicipais e estaduais, oferece horários de viagem até as cidades vizinhas dos países Paraguai, Argentina e Uruguai. 

Depois de saber tudo sobre Foz do Iguaçu, então chegou o momento de você escolher a data perfeita e formular o seu roteiro turístico com o que há de melhor na cidade!
 

 

Veja também no Tô de Passagem:

8 Passeios Incríveis Para Fazer No Interior Do Rio Grande Do Sul
Comidas Típicas Do Sul Do Brasil: Conheça 20 Pratos!
Praias Do Sul Do Brasil: TOP 10 Com Beleza, Surf E Clima Para Relaxar