Categoria

Gramado

O que fazer, pontos turísticos, quando ir e muito mais para você viajar a Gramado e curtir intensamente esse lugar que cultiva suas raízes europeias

História de Gramado

Gramado é uma cidade conhecida pela influência de seus colonizadores europeus, mais especificamente dos italianos e alemães e ainda hoje preservam seus costumes, assim como algumas estruturas, cuja arquitetura é clássica dos países da Europa. 

Uma curiosidade é que dizem por aí que o nome Gramado foi inspirado no fato de que a região onde a cidade está instalada, antigamente, era uma ampla área verde, onde os agricultores e boiadeiros paravam para descansar. Aliás, Gramado em espanhol significa pasto. 

Hoje, com tradições mantidas e diferenciais naturais, como por exemplo seus lagos e flores, que enchem a cidade de cor, sobretudo no verão, Gramado é uma importante cidade turística do Rio Grande do Sul e esbanja motivos para atrair visitantes. 

O que fazer em Gramado

O que fazer em Gramado

Snowland em Gramado

O lugar se destaca por oferecer diversas experiências na neve – sim, é isso mesmo, você não precisa sair do Brasil para ver, tocar e brincar na neve –, incluindo esportes, como por exemplo da popular e divertida patinação. 

O parque também promove espetáculos nessa condição climática, que certamente despertam grandes e boas emoções nos espectadores.  

Uma dica para curtir o Snowland de modo que as baixas temperaturas não sejam um incômodo é não esquecer de se agasalhar bem para não passar frio! 

Reino do Chocolate Caracol

Esse é um passeio que diverte as crianças e faz os adultos descontraírem! Afinal, a dinâmica do local consiste em mediar a interação do visitante com a produção de um dos doces mais populares do mundo.  

Primeiramente, a ideia é apresentar o processo produtivo do chocolate de forma prática. Para intensificar a experiência, com a orientação dos profissionais, a criança tem a oportunidade de fazer seu próprio chocolate, escolhendo os sabores que vai usar. 

Mas não acaba por aí! A história do chocolate também é contada por meio de oito espaços temáticos. 

Passeio de Agroturismo

Se você quer fazer um tour completo pela cidade, conhecendo as raízes gaúchas que ainda vivem intensamente em determinados lugares, como: praça das etnias, casa do colono, festa da colônia e muito mais, então esse passeio é perfeito. 

Durante o passeio, o visitante entra em fazendas tradicionais, prova chimarrão, toma um café colonial reforçado com pratos típicos e tem um contato intenso com a natureza original da região. 

Vinícola Ravanello 

Mais um passeio para figurar na lista sobre o que fazer em Gramado, a visita guiada pela Vinícola Ravanello, onde são produzidos variados vinhos: brancos, tintos e espumantes, sem dúvida é uma opção agradável para quem é fã da bebida. 

Ao longo dessa jornada, você irá ficar por dentro de todas as etapas necessárias para que a garrafa chegue aos mercados – desde a colheita das uvas até o processo de estocagem dos vinhos. E, claro, o “gran finale”, é a degustação dos vinhos!  

Quando ir para Gramado 

Quando ir para Gramado

Em certos destinos, como no caso da cidade sul-rio-grandense, há eventos tradicionais, que têm fama nacional, influenciando na decisão de quando ir para Gramado

A seguir você conhecerá três deles e já poderá incluir no seu calendário. 

Natal Luz de Gramado 

Pensa em uma cidade completamente decorada e iluminada, plenamente preparada para um grande Natal! É assim que Gramado fica em dezembro, atraindo turistas de todas as partes do Brasil. 

Nativitaten, o Grande Desfile de Natal, Fantástica Fábrica de Natal e Natalis são alguns dos eventos mais populares e procurados nessa época na cidade. Por isso, é importante comprar os ingressos para participar com antecedência. 

Você certamente se sentirá em um filme de natal norteamericano! 

Festival de Cinema

Em agosto, geralmente, acontece o Festival de Cinema de Gramado, em que filmes da América do Sul concorrem em distintas categorias. 

O evento também dá a oportunidade dos visitantes assistirem a diversas estreias, ou seja, para os turistas cinéfilos de plantão essa opção do que fazer em Gramado é imperdível! 

Inverno em Gramado

Julho é um bom mês para visitar Gramado, considerando que é o período mais marcante do inverno! E já pode esperar bastante gente, além de muito frio. 

As temperaturas podem até ficar abaixo de zero e há chances de nevar na cidade, o que atrai ainda mais os turistas que amam o frio. 

É uma boa opção para quem quer ver a cidade com aquele aspecto europeu e conhecer gente nova. 

Clima de Gramado 

O clima de Gramado é o Subtropical, que está presente também nos outros dois estados da região sul e na porção sul de São Paulo. Ou seja, ele é o responsável pelo inverno rigoroso dessa região. 

Algumas de suas características são: as quatro estações do ano bem marcadas e uma variação ampla de temperatura ao longo do ano, bem como uma boa distribuição das chuvas. 

As temperaturas de Gramado, no verão, giram em torno de 15ºC e 30ºC, enquanto no inverno, as pessoas enfrentam uma sensação térmica bem gelada – as temperaturas podem chegar a 0ºC e variam entre 7ºC e 18ºC. 

Para tomar a decisão de quando ir a Gramado com base no clima e temperatura, o mês mais quente é janeiro e o mês mais frio, junho. Enquanto que, para quem não quer ter o roteiro atrapalhado por chuvas e curte as temperaturas mais baixas, maio pode ser o mês ideal! 

Pontos Turísticos de Gramado 

Pontos Turísticos de Gramado

Museu do Festival de Cinema

O espaço oferece aos visitantes projeções cinematográficas, totens, jogos e mini-cinema.

Ou seja, para quem gosta de filmes, sem dúvida, será um passeio que renderá horas e mais horas. 

Esse museu também é uma homenagem aos 40 anos de história do Festival de Cinema de Gramado.   

Museu de Cera – Dreamland

Pensou que esse museu só existia nos Estados Unidos? 

Em Gramado, você também poderá se divertir com estátuas de cera de grandes personalidades, como presidentes dos Estados Unidos, super heróis e cenários memoráveis. 

O espaço foi inaugurado em 2009 e é o único museu de cera de grandes personalidades do Brasil! Interessante, não é? 

A Mina

O percurso feito pelos visitantes leva-os à época em que a mina ainda era ativa, afinal, a passagem para entrar no museu é um túnel de 80 metros com cascatas e lagos, bastante rústico. E nesse caminho é apresentada a história da mineração 

O acervo desse museu é composto por mais de mil pedras preciosas, sendo que há espécies originadas de diversos países, a exemplo da África do Sul, Congo, Austrália, entre outros. 

Museu do Perfume Fragram 

Mulheres e homens que não resistem a um perfume poderão mergulhar na história dos líquidos que encantam o olfato a partir de um acervo que contempla mais de 450 tipos originados de diversos lugares do mundo e equipamentos antigos que faziam parte da fabricação dos perfumes. 

Uma das curiosidades é que o perfume feito exclusivamente para a esposa de Napoleão Bonaparte também está no museu. 

E um diferencial é que há um momento de interatividade, onde o visitante faz um teste psicológico para saber qual perfume combina mais com a sua personalidade. 

Dentro do museu ainda há uma loja que comercializa perfumes, claro, sabonetes, batons e kits para presente. 

Museu Medieval de Gramado

Então, que tal entrar em um mundo à parte que lembra filmes, como Rei Arthur e Joana D’Arc? 

Logo no início desse passeio, o visitante é recebido pelo proprietário em trajes clássicos da era medieval, que também será o guia do passeio e contará histórias. 

Expostas em vitrines, estão réplicas de armas de obras, a exemplo de Senhor dos Anéis e Coração Valente, bem como espadas de samurais, armas chinesas, armas da Revolução Francesa, facas da primeira e segunda guerra mundial e lanças utilizadas na revolução farroupilha.

Curiosidade: muitas delas foram trazidas de outras regiões do mundo. 

Além disso, o visitante também pode encomendar um brasão da sua família, confeccionado pelo proprietário do castelo, Gilberto Guzenski. 

É uma aventura e tanto! 

Lago Negro 

Lago Negro

O Lago Negro é um dos principais pontos turísticos da cidade e certamente será uma boa opção, levando em consideração toda sua beleza e importância para a cidade. 

Suas águas escuras são combinadas às cores das árvores e flores e o visitante ainda pode interagir com o lago por meio do pedalinho, que garante uma visita completa e muito agradável ao local, pois você navega pelas águas doces e tem uma visão 360º de sua natureza.  

Alemanha Encantada 

Mais um lugar inspirador e cheio de história, a Alemanha Encantada é um ambiente inspirado nos contos dos irmãos Grimm, que reúne cenários, arquitetura e esculturas. 

O ponto alto do passeio também é a vista panorâmica obtida do Lago Negro do alto de uma torre.

Ruas Torta e Coberta 

A rua Torta ganhou fama devido às suas curvas sinuosas e cenários que combinamos características urbanas e naturais. Já a Coberta é o centrinho da cidade, onde há locais para comer e lojas de artesanato.  

Essa é uma alternativa que fica ainda mais interessante, porque passeios por ruas são gratuitos! Rsrs. 

Gramado Zoo

São mais de 1.500 animais vivendo do Gramado Zoo e entre eles estão espécies em extinção que são muito bem cuidados, além de terem a reprodução estimulada de forma saudável e natural. 

Um grande diferencial é que o lugar recebeu uma classificação na categoria A do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente dos Recursos Naturais, que cuida da preservação, controle, fiscalização e conservação da fauna e flora), o que significa que ele possui excelência em preocupação ambiental. 

Por isso, vale reservar um tempinho para conhecer os 200 mil metros quadrados que abrigam e cultivam tanta natureza! 

Bares de Gramado 

Bares de Gramado

Boreal Ice Bar Gramado

Beber fica ainda mais gostoso no frio, certo? Bom, no caso desse bar é até para se esquentar, pois o ambiente é climatizado e a temperatura fica a 15ºC NEGATIVOS! 

As mesas, cadeiras e até uma mesa de sinuca são feitas de gelo, o que garante a curiosidade e muito fotos criativas por parte dos visitantes. 

Boteco do Bill

Com um amplo salão, muita comida e bebida boa, o Bote do Bill oferece o clima perfeito para um happy hour que vai até altas horas!  

Harley Moto Show

Você é fã de motos? Sonha em ter uma Harley? Bem, nesse bar você terá a chance de pelo menos ver algumas versões raras do veículo bem de pertinho, além de apreciar aquela cerveja gelada. No mínimo, irado! 

Restaurantes de Gramado

Restaurantes de Gramado

Outra prática que não pode faltar em uma viagem, principalmente em um lugar onde o frio é predominante, é comer! 

Portanto, inclua na sua lista sobre o que fazer em Gramado bons restaurantes e saboreie mais intensamente a sua viagem. 

Le Petit Clos 

O restaurante é refinado e acolhedor, tendo a sua estrutura feita à base de madeira e dispondo de uma lareira para valorizar o ambiente e criar uma atmosfera agradável para o cliente. 

O foco do cardápio é o querido fondue que, no Le Petit Clos, ganha muitas versões. Exemplos disso são o Fondue ao Vinho, Fondue Spéciale (com creme de abóbora), Fondue de Crevettes (camarão), entre muitos outros – incluindo opções veganas. 

Todos os pratos podem ser combinados com o vinho ideal (afinal, há garrafas da Argentina, Chile, África do Sul, Austrália e outros países). 

E para completar, uma sobremesa tão saborosa quanto: o fondue doce de chocolate. O cliente pode escolher entre o tradicional, diet e vegano. 

Garfo e Bombacha 

Apesar de ficar localizado em Canela, o restaurante Garfo e Bombacha merece entrar no seu roteiro de viagem para Gramado, visto que as duas cidades são vizinhas – o tempo de viagem entre as duas é de aproximadamente 15 minutos. 

Mas por que ele é tão importante? O Garfo e Bombacha é especializado em carnes e seu modo de preparo é o tradicional da Serra Gaúcha, o que deixa os pratos com um sabor único. 

Uma curiosidade é que bombacha é o nome dado a uma vestimenta característica dos gaúchos, mais especificamente, uma calça abotoada nos tornozelos. 

Nonno Mio 

Mais uma comida típica do Rio Grande do Sul e que é oferecida de forma exemplar pelo restaurante de Gramado, o Nonno Mio, é o galeto! 

O restaurante tem como raiz as influências dos colonizadores italianos, sendo especializado também em massas. 

Os galetos podem ser servidos com espaguete, tortéi, polenta ou legumes, compondo um prato farto e do jeito que a “famiglia” gosta! 

Além disso, o cliente ainda pode levar de lembrança desse lugar super popular em Gramado um prato colorido. 

Com esse guia de viagem completo para Gramado, os motivos para marcar logo a data de ida ficaram ainda mais fortes, hein? Seja um final de semana, sejam suas férias, a ideia é curtir a cidade sul-rio-grandense ao máximo!

Veja Também no Tô de Passagem:

5 Dicas De Como Planejar Uma Viagem Pelo Brasil
Comidas Típicas Do Sul Do Brasil: Conheça 20 Pratos!
Praias Do Sul Do Brasil: TOP 10 Com Beleza, Surf E Clima Para Relaxar