E aí? Pensando em ir para São Thomé das Letras? Ou talvez repetir a viagem para passar mais tempo nas cachoeiras, admirar as paisagens e aproveitar as pousadas que têm por lá? São tantas coisas pra fazer, que muitas pessoas voltam para repetir a dose.

A cidade é um destino bastante conhecido, por mais que seja um município relativamente pequeno no estado de Minas Gerais, a pouco mais de 300km da capital, Belo Horizonte

Um dos principais pontos que elevam a fama de São Thomé – inclusive conhecido por muitas pessoas – é que a cidade é envolta em um forte energia, o que a deixa cheia de misticismo. 

O lugar é um ponto conhecido pelos avistamentos de ovnis, enquanto algumas pessoas  contam que é bastante comum observar duendes e outras criaturas folclóricas. A maioria, no entanto, diz simplesmente que a energia da cidade é mais forte,  e que lá é um bom lugar para recarregar sua bateria.

O que acha da ideia? Então continue por aqui, e descubra mais sobre esse lugar misterioso e adorável.

Neste artigo você vai ver:

Por que São Thomé é considerado um lugar místico?
Pontos turísticos de São Thomé das Letras
Cachoeira Véu da Noiva
Gruta do Carimbado
Casa da Pirâmide e Mirante
Cachoeira Antares
Centro Histórico e Matriz de São Thomé
Qual a melhor época para ir para São Thomé
Onde ficar em São Thomé das Letras?
Como chegar em São Thomé das Letras?
Um pouco de mistério e de belezas naturais pra você conhecer

Por que São Thomé é considerado um lugar místico?

São Thomé das Letras

A cidade foi fundada de um jeito já bastante diferente, que talvez reforce a ideia de São Thomé ser um lugar místico. Olha só:

João Antão, uma pessoa que foi escravizada no século XVIII, conseguiu fugir da casa dos portugueses em busca de liberdade. Isso aconteceu após João ter se encontrado com um homem de vestes brancas em uma gruta – hoje a Gruta de São Thomé –, que teria escrito,  em nome de João, uma carta ao portugues João Francisco Junqueira: riquíssimo latifundiário e proprietário de João Antão. 

A carta fez com que o portugues não só concedesse a alforria ao escravizado, como também desse início a construção da cidade de São Thomé. Até hoje não se conhece o conteúdo da carta, mas não dá pra negar que muitas coisas começaram a partir dela.

Logo após o encontro de João com o homem de vestes brancas na gruta, a imagem de São Thomé foi encontrada no interior do lugar, junto com outros escritos misteriosos. Daí o nome São Thomé das “Letras”.

A igreja da Matriz também foi construída imediatamente após o encontro, e bem ao lado da famosa gruta.

Pontos turísticos de São Thomé das Letras

Além das questões místicas, São Thomé das Letras, assim como outras cidades de Minas Gerais, chama atenção pelas paisagens naturais exuberantes. Só que essas você certamente não teria como não acreditar, depois de bater os olhos pela primeira vez. 

Trilhas, cachoeiras, passeios ao ar livre e picos para poder ver a cidade do alto são atrações que reforçam a ideia de que São Thomé é um lugar, no mínimo, imperdível.

Cachoeira Véu da Noiva

A Cachoeira Véu da Noiva é uma das mais conhecidas cachoeiras de São Thomé das Letras. E talvez isso se deva à altura de suas quedas: são mais de 20 metros, e poços com dois metros de profundidade – perfeitos para aquele mergulho.

São as cachoeiras mais altas e de maior volume de água da cidade, e se você curte a prática de esportes radicais, como rapel, ou tirolesa, essa é a escolha perfeita. 

A cachoeira fica a 8km do centro de São Thomé das Letras, na estrada da Cruzília.

Gruta do Carimbado

Aqui está um outro famoso motivo para pensar nos mistérios de São Thomé. A lenda diz que na gruta do carimbado existe um caminho místico de 4.000 quilômetros, que leva diretamente a Machu Picchu, no Peru. 

Outra teoria é que há um portal dentro da gruta onde a energia de lá te transporta para uma dimensão sobrenatural que dá a sensação de estar em Machu Picchu, ao invés de ir até lá de verdade. 

Por enquanto não existem fatos que sustentem a lenda, já que ninguém chegou ao fim da Gruta do Carimbado. Mas pra ter certeza mesmo, o jeito é ir até lá e entender do que se trata, além de ouvir mais histórias contadas pelos moradores da região.

Casa da Pirâmide e Mirante

Mirante São Thomé das Letras

O Mirante e a Casa da Pirâmide foram construídos em um dos lugares mais altos de toda cidade de São Thomé das Letras, e é uma forma interessante de enxergar a região

Trata-se de uma construção no topo do morro, em um vale, onde existem janelas de todos os lados para que você possa enxergar a cidade de cima. Sua forma imita uma o formato de pirâmide. 

Nos finais de tarde, grupos de pessoas se reúnem na Casa da Pirâmide para organizar  algumas formas de expressão artística, como a dança. Um convidado à parte é o sol, que se põe por detrás da casa e transforma a experiência em algo ainda mais positivo.

Você consegue chegar com facilidade na Casa da Pirâmide. A construção fica no Parque Municipal Antônio Rosa.

Cachoeira Antares

Cachoeira Antares em São Thomé das Letras

No caminho para a Cachoeira Antares você pode aproveitar para apreciar as outras que ficam pelo caminho, como a do Véu da Noiva que comentei logo aqui em cima. A estrada que você segue é o desvio para ir para a cidade de Conceição do Rio Verde, a 16 quilômetros de São Thomé das Letras.

Ela é considerada uma das mais bonitas da cidade, e para chegar nas quedas, é necessário caminhar 200 metros pela trilha em meio a área de preservação.

Se você tiver a oportunidade de ir com alguém que já conheça a região, aproveite, o lugar é pouco sinalizado, mas vale a pena. A cachoeira tem quedas de 12 metros de altura e poços que aumentam de volume de acordo com o período de chuvas.

Inclusive, aqui estão algumas passagens em promoção para Conceição do Rio Verde, que fica a apenas 30km de São Thomé das Letras.

Centro Histórico e Matriz de São Thomé

Igreja Matriz de São Thomé das Letras

A Matriz de São Thomé foi construída assim que a cidade começou a ser fundada, mas tombada como patrimônio histórico, arqueológico e etnográfico estadual apenas em 1996. Por conta de um erro no processo, antes dela foi tombada a Capela de Nossa Senhora do Rosário.

O início da construção da Igreja da Matriz foi no ano de 1785, no mesmo local onde aconteceu o episódio que inspirou a fundação da cidade. Quem iniciou a Matriz, inclusive, foi também João Francisco Junqueira, e seu filho, Gabriel Francisco foi quem finalizou a obra.

A igreja é marcada pelo estilo barroco e a pintura interna de maior destaque foi feita por Joaquim José da Natividade, artista conhecido e eterno apaixonado pelas obras de um grande nome do movimento barroco: Aleijadinho.

É nessa região do Centro Histórico que você vai encontrar a maioria das pousadas, bares e restaurantes. 

Se prepara, que para conhecer todos esses lugares é preciso descer e subir bastante ladeira. Por isso é que para esses passeios, vale sempre lembrar de colocar  um par de tênis confortáveis na mochila.

A igreja da Matriz que acabei de comentar fica na principal praça da cidade, na Barão de Alfenas, perto da Gruta de São Thomé. Já um pouco mais pra cima você encontra a Capela Nossa Senhora do Rosário.  

Uma outra coisa incrível é que a capela foi feita inteiramente de pedra. Pois é, sem cimento ou qualquer outro material que ofereça “liga” às paredes. Todas elas se mantêm em  pé apenas através do encaixe de pedra sobre pedra. A sua construção começou em 1833, mas só foi finalizada em 1999.

Qual a melhor época para ir para São Thomé

Mística Cidade de São Thomé das Letras, MG

Se você tem um objetivo específico na hora de conhecer São Thomé, como conhecer as cachoeiras e as trilhas, é bom se ligar em qual época do ano pretende visitar a cidade.

Agora, se seu negócio é ir para aproveitar o passeio durante algum feriadão e recesso, pode ter certeza que em qualquer época do ano a cidade vai valer a pena. 

Estações quentes

O verão e a primavera em São Thomé das Letras podem ser as melhores opções para aproveitar as cachoeiras, os passeios ao ar livre, para acampar e praticar alguns esportes.

É preciso ter atenção, porém, nas épocas de chuva, porque estamos falando de cachoeiras, né? É justamente nessas épocas mais chuvosas que existe o risco de trombas d’água e deslizamentos nas estradas.

Dezembro é o mês que mais apresenta chuva na cidade, então se você quiser aproveitar os meses antes, como outubro ou novembro, ou logo depois, como fevereiro, pode sair no lucro.

Nessas épocas mais quentes, a temperatura fica mais agradável para os banhos de cachoeira, então é bom levar o de sempre: repelente, tênis, protetor solar e roupa de banho. 

Estações frias

O outono e o inverno são mais convidativos por outros motivos que não estão relacionados a banhos de cachoeira.

Como o outono chega em seguida do verão, o volume das cachoeiras ainda vai estar relativamente alto. Aí fica a seu critério entrar na água ou não, já que as temperaturas certamente estarão mais baixas.

O ponto forte de São Thomé das Letras no outono e inverno é o visual. A pouca quantidade de chuva faz com que o céu fique mais limpo, e isso permite que você veja a cidade da Casa da Pirâmide, por exemplo, com uma paisagem ainda mais deslumbrante.

Nessas estações do ano, aproveite para fazer os passeios ao ar livre, visitar e conhecer os mistérios das grutas, curtir as pousadas e a gastronomia da cidade. Se eu puder te dar um conselho, prepare a memória do celular. Muitas fotos sensacionais voltarão com você..

Onde ficar em São Thomé das Letras?

Por mais que São Thomé das Letras seja uma cidade pequena – ou justamente por isso –, você não vai ter dificuldade nenhuma em encontrar lugares para ficar durante sua viagem.

As pousadas e campings estão dispostos em três partes da cidade: a grande maioria no centro, perto dos bares, restaurantes e do que mais precisar. Os demais ficam perto da Casa da Pirâmide e de outras atrações do Parque Municipal Antônio Rosa – que fica só a 15 minutos a pé do centro. 

Existem ainda as acomodações mais próximas das cachoeiras, na Estrada de Sobradinho, que liga o Centro e as quedas d’água da cidade. 

Essas regiões, mesmo as mais próximas às cachoeiras, contam com pousadas confortáveis, com chalés e campings bem equipados para que você consiga fazer as refeições sem ter de sair de lá.


Como chegar em São Thomé das Letras?

A viagem para São Thomé é bastante tranquila e o acesso mais rápido ao município é através da BR-381. A rodoviária fica no centro da cidade e perto de mais de dez pousadas, hostels e hospedarias no geral.

Por ser uma cidade relativamente pequena, os pontos centrais de comércio e os caminhos que levam aos pontos turísticos são todos muito próximos. O começo das opções de hospedagem ficam perto mesmo, a menos de três quadras de distância. 

Se você vai da capital paulista para São Thomé, por exemplo, o percurso tem 350km, e a viagem de ônibus leva mais ou menos seis horas.

Independentemente de qual seja o seu ponto de partida, que tal dar uma olhada em algumas passagens de ônibus em promoção

Você  encontra o terminal rodoviário na Av. Reinaldo de Oliveira Pinto, 150.

Um pouco de mistério e de belezas naturais pra você conhecer

Belezas Naturais em São Thomé das Letras

O que achou? Você já sabia desses detalhes sobre  São Thomé das Letras? Já foi até lá ou ou ficou a fim de conhecer? 

Conta pra gente aqui nos comentários, se você conhece outras cidades com mistérios assim, ou se tem outros lugares que você gostaria que a gente explorasse melhor.

Espero que esse artigo tenha te motivado a pensar no próximo destino. É sempre bom lembrar que viajar não precisa ser caro. Com um bom planejamento você pode fazer suas malas mais vezes, e trazer pra casa histórias que vão ficar pra sempre na memória. 

Boa viagem e espero te ver por aqui mais vezes!

Escrever um comentário