Categoria

Campo Grande

Influências do Japão, muita arte e áreas verdes: conheça Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, é mais uma opção de destino para colocar na sua lista de viagens ao Centro-Oeste brasileiro, sobretudo para quem procura um tempo para relaxar, visto que a “Cidade Morena”, como foi apelidada, combina de forma harmoniosa o clima interiorano com o progresso da cidade.

Para saber se essa viagem faz o seu estilo, fique por dentro dos principais pontos turísticos, atividades, condições climáticas e outras informações sobre Campo Grande MS.

A cidade de Campo Grande, de Mato Grosso do Sul

Apelidada de Morena, Campo Grande apresenta uma terra avermelhada e clima tropical, ideais para que animais típicos da fauna e flora brasileiras vivessem ali – mais à frente, desenvolveremos esse tema, em o que fazer em Campo Grande.

A população campo-grandense é estimada em cerca de 900 mil habitantes, sendo que a miscigenação permanece como uma das principais características e é marcada em suas manifestações culturais, gastronômicas e artísticas, muitas vezes, relacionadas às suas raízes indígenas.

Mas Campo Grande também atrai os turistas por sediar grandes eventos nacionais e internacionais, que são ótimas oportunidades para fechar negócios, bem como por ser passagem para quem almeja conhecer o popular e exuberante Pantanal.

Para facilitar o seu reconhecimento do lugar, é bom ter noção sobre o mapa de Campo Grande.

Mapa de Campo Grande

A cidade é segmentada nas seguintes macrorregiões: Segredo, Prosa, Bandeira, Anhanduizinho, Lagoa, Imbirussu e Centro. As duas primeiras levam o nome dos dois córregos principais e é no seu encontro que Campo Grande teve a sua origem.

Com essa informação, a segunda etapa é pontuar os melhores locais para o turista ficar, o que depende do seu objetivo. Por exemplo: se você está viajando a trabalho, o Centro pode ser a melhor opção – o que também contribui para a economia com transporte.

Já para o turista que está em Campo Grande a passeio, vale a pena optar por ficar em um bairro da região de Prosa: Altos da Afonso Pena, por exemplo. Este fica próximo ao shopping Campo Grande, Parque dos Poderes e Parque das Nações Unidas, além de garantir fácil acesso aos principais museus da cidade.

Agora, imagine sair da sua hospedagem com uma roupa totalmente inadequada para as condições climáticas de Campo Grande e passar muito calor ou frio. No mínimo, desconfortável, não é? Evite essa situação, conhecendo o clima de Campo Grande!

Temperatura em Campo Grande

Se você curte sair em altas temperaturas, Campo Grande será perfeita para você de agosto a abril, quando as médias máximas chegam a 31ºC. Já para quem prefere o clima mais ameno, pode experimentar a cidade entre maio e julho – nesse período, as temperaturas ficam abaixo de 28ºC.

Clima da cidade de Campo Grande

Clima em Campo Grande

O clima Tropical de Campo Grande é caracterizado por ter duas estações do ano bem definidas: um período quente e chuvoso e outra com temperaturas mais baixas e sem chuvas.

Como sinalizado no tópico anterior, apesar de determinados meses trazerem temperaturas mais amenas, a variação entre as mínimas e máximas ao longo do ano não é grande. Diferentemente da “padronização” anual das temperaturas, as chuvas se concentram no período de outubro a março.

Então, afinal, como resolver quando ir para Campo Grande?

Quando ir para Campo Grande?

Para os turistas de plantão, existe o índice de turismo, cujo objetivo é cruzar dados e sugerir os melhores meses para visitar um determinado destino.

No caso de Campo Grande MS, o índice priorizou as seguintes condições climáticas: céu com poucas nuvens, sem chuva e com temperaturas entre 18ºC e 27ºC. Parece a definição de dia perfeito para “turistar”, não é mesmo? Se esse o seu intuito, visite a capital de Mato Grosso do Sul do fim de abril ou início de setembro.

O índice de turismo focado em condições adequadas para curtir uma piscina também pode ser útil! Em Campo Grande, os períodos que compreendem meados de março a meados de abril, assim como fim de julho a fim de outubro são perfeitos para essa prática, visto que, além de não apresentarem dias encobertos e chuvosos, as temperaturas podem bater os 30ºC!

Onde ficar OK, quando ir OK. É hora de conhecer os pontos turísticos da cidade para criar um roteiro turístico com o que faz em Campo Grande.

O que fazer em Campo Grande?

O turismo em Campo Grande pode surpreender, principalmente em decorrência de suas áreas verdes, restaurantes e museus.

Parques

Parques em Campo Grande

Parque das Nações Indígenas: uma das principais atrações turísticas, esse parque abriga uma área de 119 hectares, com opções de lazer (há espaços para caminhadas, corridas, vôlei, futebol, canoagem, entre outros), muito verde e até espécies de animais, como: tatu, capivara e quatis.

Parque Horto Florestal: esse lugar é perfeito para descansar em meio à natureza, visto que preserva as árvores e área verde. Lá, o turista pode caminhar e procurar a sombra de uma das árvores para fazer um saboroso e relaxante piquenique.

Praça Elias Gadia: para se ter a dimensão dessa praça, no passado, ela foi um estádio de futebol. Hoje, é um espaço de lazer que, além de receber grandes eventos musicais, por exemplo, promove a prática de esportes por meio das suas áreas destinadas aos mesmos.

Museus

Museu de Arte Contemporânea: localizado dentro do Parques das Nações Indígenas, o MARCO, como é chamado, é dividido em cinco salas de exibição, sendo que a maior é fixa e as demais são temporárias. Lá, ainda são realizadas peças de teatro e cursos sobre artes, fomentando o desenvolvimento cultural e artístico da cidade.

Museu das Culturas Dom Bosco: Desde sua fundação em meados do século XX, o Museu das Culturas Dom Bosco é um espaço dedicado ao lazer e à educação de adultos, jovens e crianças. Seu vasto acervo contou com a contribuição expressiva de salesianos (Congregação religiosa da Igreja Católica Apostólica Romana), sendo formada majoritariamente por peças da Arqueologia, Etnologia, Mineralogia e Paleontologia.

Museu Lídia Baís: diferentemente dos dois museus anteriores, o Lídia Baís fica no centro de Campo Grande e é o encontro entre a arte contemporânea e a moderna, conectando artistas de gerações distintas. Quanto à pintora que dá nome ao museu, tem um espaço dedicada exclusivamente às suas obras e história. Nota-se que em Campo Grande, o turista terá a oportunidade de contemplar a arte sob diferentes ângulos e formatos.

Restaurantes de Campo Grande MS

Casa do Peixe: sirva-se da culinária sul-mato-grossense em um dos restaurantes mais tradicionais de Campo Grande. Para o prato principal, que tal dois peixes típicos da região: pintado a urucum e costela de pacu? Outra opção é ampliar a degustação do cardápio por meio do rodízio!

Cervejaria Prosa: esse é o bar para quem adora cervejas artesanais e quer conhecer a culinária local. Para ter uma experiência completa, peça a tábua degustação com as seis opções de cerveja – os nomes são inspirados na cultura campo-grandense, a exemplo de Saracura e Toca da onça.

Feira Central: nesse tópico você irá conhecer uma curiosidade de Campo Grande. Você sabia que a cidade recebe muita influência do Japão, inclusive na gastronomia? Na Feira Central, o turista poderá comer em uma das diversas barracas que servem desde comida japonesa até hambúrguer. Hora de repor as energias com muito sabor e atrações, tendo em vista que o espaço também sedia shows e festivais!

Campo Grande Shopping

E por que não aproveitar a passagem na cidade para conhecer o Campo Grande Shopping, o maior da região? Pode ser bacana para ver de perto o comércio e produtos locais – aliás, são 240 lojas para atender a todos os tipos de procura, incluindo serviços de correio e Detran.

De Campo Grande para Goiânia

Depois de mergulhar no guia de viagem completo de Campo Grande, talvez você tenha o insight de conhecer mais a fundo a região Centro-oeste do Brasil! Então, uma dica é ir da capital de Mato Grosso do Sul para a capital de Goiás, onde se encontram pontos turísticos emblemáticos, como: Centro Cultural Oscar Niemeyer e Memorial do Cerrado.

Viajando para Campo Grande

Viajando para Campo Grande

Turismo: são muitas as opções para aproveitar o gigante potencial do turismo em Campo Grande: desde arte até a culinária, sendo um prato cheio para os viajantes.

E, mesmo se você estiver passando pela capital do Mato Grosso do Sul devido ao seu trabalho, agora, poderá curtir o tempo livre da melhor forma possível, relaxando e apreciando a cultura local.

Rodoviária de Campo Grande: se está pensando que a viagem para a cidade só pode ser feita de avião, está enganado! Essa jornada pode custar mais barato do que você imaginava, pois a cidade tem sua rodoviária, recebendo ônibus de todos os lugares do Brasil!

“Bora” colocar o pé na estrada rumo a Campo Grande e às diversas experiências que essa cidade proporciona?