Dicas sobre seguro de viagem para entender sua importância e saber como, bem como quando usá-lo

Adoecer durante uma viagem atrapalha todo roteiro, mas, vai além disso, tendo em vista que precisar de atendimento médico em um estado ou país diferente, por exemplo, demanda o desembolso de um investimento alto. Aí está a importância do seguro de viagem!

Afinal, quem nunca teve imprevistos quando o assunto é viajar? Por isso, você precisa ficar por dentro das dicas de seguro de viagem que compartilharemos a seguir!

E se pensa que essa opção é válida apenas para quem viajará para fora do país, está muito enganado! O seguro de viagem nacional também é interessante, dadas as suas utilidades: além de coberturas relacionadas à saúde, ele oferece segurança com relação à bagagem e até questões jurídicas.

Então, vamos começar a entender mais sobre seguro de viagem?

O que é Seguro de Viagem?

Imagine ficar internado em um estado ou país diferente durante as suas férias dos sonhos. Ninguém quer nem pensar nisso! Mas a verdade é que há possibilidades de acontecer e o Seguro de Viagem garante que você não gaste uma fortuna em um caso desses, pois uma de suas finalidades é promover a saúde do viajante no destino, seja ele nacional ou internacional.

Outra cobertura que pode ser contemplada pelo seguro de viagem é a localização de bagagem extraviada e até indenização.

Mas todo o seu escopo dependerá do contrato, que pode incluir também despesas jurídicas e seguro no caso de interrupção ou cancelamento da viagem, entre outros benefícios em situações de emergência.

Como funciona o seguro de viagem?

O seguro de viagem vale para um período determinado, ou seja, mais precisamente para os dias em que a viagem acontecerá, sendo recomendado contratá-lo por pelo menos dois dias a mais do que a data prevista para o término da mesma.

Para entender de forma simples como o seguro de viagem funciona, veja só: ele é parecido ao plano de saúde temporário – sobretudo porque, alguns planos não são aceitos em todos os estados do território brasileiro ou apenas proporcionam coberturas financeiras para situações específicas.

Qual a diferença entre seguro de viagem e assistência de viagem?

Qual a diferença entre seguro de viagem e assistência de viagem

É possível explicar a diferença entre seguro de viagem e assistência de viagem a partir da forma como é feito o pagamento do atendimento médico, por exemplo. 

No caso de optar pelo seguro de viagem, ao solicitar atendimento médico, o turista desembolsará os valores do próprio bolso e, posteriormente, irá solicitar o reembolso ao seguro. Ou seja, ele precisará ter em mãos laudo médico, notas fiscais e todos os outros documentos que comprovem sua passagem pela clínica ou hospital. 

O maior benefício da contratação do seguro de viagem é que o segurado não tem restrições quanto aos locais de atendimento, podendo escolher o hospital ou consultório, segundo recomendações, logística e outros fatores pertinentes. 

Enquanto isso, a assistência de viagem tem uma mecânica distinta: o pagamento é feito na hora e integralmente pela seguradora. Contudo, os locais de atendimento são previamente mapeados, ou seja, no caso de precisar ir até um deles, o segurado deve ligar para a empresa e verificar onde poderá ir. 

Em ambos os casos, é fundamental conferir o que está estipulado no contrato – tanto com relação a valores máximos de ressarcimento quanto a locais de atendimento previamente estipulados.

Quanto custa um seguro de viagem?

Primeiramente, você deve se perguntar: “quanto custa uma diária de hospital em outro estado ou país?”.

Enquanto no Brasil, a diária de uma internação pode chegar a R$ 1000, nos Estados Unidos, por exemplo, a média pode variar entre 800 e mais de 3 mil DÓLARES! Já na Europa, os valores vão de 600 a 2 mil EUROS, aproximadamente. Converta em reais e, então, verá que a conta é igual a uma dor de cabeça gigante com dinheiro! 

O Seguro de Viagem tem a finalidade de evitá-la, portanto, é essencial para ficar sem preocupações durante a viagem. Além disso, seu custo benefício vale a pena, principalmente se comparado com o cenário acima. 

Para viagens nacionais por exemplo, há seguros de viagem que custam a partir de R$ 5 por dia, contemplando despesas médicas e outras coberturas – porém, é fundamental analisar a apólice do seguro para verificar se ele está alinhado com as suas possíveis necessidades.  

Portanto, a dica aqui é pesquisar sobre os tipos de seguro de viagem e analisar qual é mais adequado para o seu tipo de jornada. Alguns deles são: familiar, individual, empresarial, Brasil, internacional, entre outros.

Por que devo fazer um seguro de viagem?

Por que devo fazer um seguro de viagem

Agora que já viu quanto custa um seguro de viagem, como funciona e o que é, é impossível não perceber sua importância para garantir uma viagem mais tranquila e sem pensar nos possíveis problemas que podem acontecer.

É exatamente esse um bom motivo para contratar um seguro de viagem: você terá 100% de sossego e terá respaldo, caso aconteça algum imprevisto, aproveitando ao máximo o destino!

Faça um seguro de viagem sempre que colocar o pé na estrada para ter a cabeça vazia de problemas e aberta para os passeios, restaurantes, cultura, história e tudo o que há de melhor nessa atividade que deve ser extremamente prazerosa!

Curtiu esse conteúdo? Acha que faltou alguma coisa? Quer ver algum tema aqui no Tô de Passagem? Conta pra gente! Amamos Sugestões!

Veja também no Tô de Passagem:

Ônibus Convencional, Executivo Ou Semi-Leito: Qual A Melhor Opção?
Como Planejar Uma Viagem Inesquecível!
Dicas De Lanches E Comidas Para Levar Na Viagem De Ônibus
15 Dicas De Como Juntar Dinheiro Para Viajar

Escrever um comentário