Planejamento, documentação e boas práticas ao longo do trajeto, sem dúvida, são a base para você viajar com pet sem estresse!

Está pensando em passar alguns dias na praia ou no campo e gostaria de viajar com o pet para aproveitar os momentos com ele? Logo em seguida mudou de ideia, porque ficou com receio de não poder levá-lo no ônibus? Bom, fique tranquilo, pois com as dicas abaixo saberá tudo sobre como viajar com seu pet!

Primeiramente, é fato que a viagem com o pet de ônibus será mais simples do que de avião, tendo em vista a documentação e regras a serem cumpridas. A seguir você entenderá quais são as diferenças!

Planejamento para viajar com pet

Assim como em qualquer viagem, na com o seu animalzinho, é imprescindível traçar um planejamento totalmente personalizado, portanto, não esqueça de verificar, por exemplo, se o hotel, pousada ou estadia que escolheu permite a instalação de animais.

Mais do que isso, confira se o lugar para o qual deseja viajar realmente seria interessante tanto para você quanto para o seu pet. Isso porque lugares muito agitados, por exemplo, podem amedrontar o seu amigo de quatro patas!

Também fique atento se a região é muito afastada de tudo – imagine se você precisa sair para comprar mais ração! Ainda nesse ponto, verifique se nas redondezas é possível encontrar um veterinário, afinal, caso ocorra alguma emergência, vocês terão um lugar para buscar atendimento.

E, claro, você também deve mapear todas as atividades que poderão fazer juntos: passear e brincar na praia, andar pela cidade, conhecendo os pontos turísticos ao ar livre, descobrir os parques locais e até fuçar se há algum brinquedo ou petisco diferente no petshop do destino. Tudo de bom, não é?

O que levar na viagem com pet

Viajar com animais de estimação significa tirá-los da sua rotina e inseri-los em um lugar diferente. Porém, esse processo ficar mais simples se houver elementos com os quais ele se identifique, como por exemplo seus brinquedos favoritos, ração, petiscos, mantinha ou cama, entre outros.

Além disso, inclua na necessaire de primeiros socorros os remédios diários do seu pet ou opções para caso ele tenha alguma indisposição, a exemplo de enjoos.

A coleira, caixa de transporte, roupinhas – sobretudo se o clima predominante no destino for frio – e higienizador de patas também não podem faltar, tendo em vista a programação que planejou para vocês!

Documentação para viajar com pet

A documentação é um dos primeiros passos para entender como levar seu pet para viajar. Para começar, leve-o ao veterinário e se certifique de que ele está bem, pois esse comprovante (mais precisamente, o certificado veterinário) será necessário tanto para companhias aéreas quanto para viações de ônibus.

Mais uma dica é manter a carteira de vacinação em dia, já que ela pode ser solicitada em voos nacionais, por exemplo.

Quando o assunto é viagem internacional, então essa lista de documentos aumenta consideravelmente e exige um planejamento de tempo também, dados os períodos necessários para alguns documentos serem emitidos (alguns levam de 90 a 120 dias).

Confira exemplos de documentos para viajar com animal de estimação, principalmente para outro país: microchip ou tatuagem que são iguais ao RG – o microchip é colocado sob a pele do pet e possui um código de identificação.

Outro item é o Certificado Zoossanitário Internaciona (CZI), documento que atesta a procedência do animal e tem como objetivo de garantir as condições sanitárias adequadas para o trânsito internacional de animais, de acordo com as regras de cada nação.

Viajar de ônibus com pet

Viajar com seu pet de ônibus

Para quem irá viajar com animal de estimação de ônibus pela primeira vez, que tal fazer optar por um destino mais próximo para avaliar o comportamento dele ao longo do trajeto? Então, se ele não sofrer tanto com estresse e não passar mal, você poderá tê-lo como acompanhante em outras viagens!

Uma dica valiosa no caso de quem optar pelo ônibus, é ligar para a viação e se informar sobre o que é necessário para levar seu animalzinho. Algumas empresas exigem que o passageiro compre mais uma passagem para levar o pet no banco ao lado, enquanto outras permitem que ele vá no colo do dono.

Uma das obrigatoriedades, assim como em todos os outros transportes, é mantê-lo na caixa em prol de sua segurança. Além disso, aproveite as paradas do ônibus para que o seu animalzinho faça suas necessidades.

Quanto à alimentação, ao viajar de ônibus com o pet, evite dar ração e petiscos ao longo do trajeto, pois alguns deles podem sentir enjoo e acabar vomitando.

Ao seguir todas essas dicas, certamente, você não terá problemas durante a viagem com seu pet! Quando chegar ao destino, é hora de alimentá-lo, deixá-lo descansar e partir para a curtição sem esquecer das fotos com o seu melhor amigo em cenários praianos ou de muito verde.

Já pode imaginar as fotos do seu camarada correndo feliz da vida, não é? Então, escolha o lugar e coloque o pé na estrada com o pet! 

Veja também no Tô de Passagem:

Conheça Os 12 Melhores Lugares Baratos Para Viajar No Brasil
10 Dicas Para Viajar Com Crianças Em Segurança
4 Dicas De Roupas Para Viajar Com Mais Conforto

Escrever um comentário